O melhor de Champagne: Champagne

Em Champagne, à apenas 45 minutos de Paris e à 30 minutos do aeroporto Roissy-Charles de Gaulle, ofereça uma experiência inesquecível para seus clientes.

Eles poderão descobrir os segredos de Champagne nas grandes mansões de Champagne e seus viticultores, e, também, visitar antigas igrejas sublimes e catedrais góticas, onde poderão tirar uma foto em frente à magnífica paisagem das vinhas, ou nos monumentos históricos listados como Patrimônio Mundial da UNESCO.

E, claro, poderão, fazer compras chiques "à la française"!

O QUE FAZER

  • Associar o champanhe e a arte contemporânea à Maison Pommery
  • Preparar um cesto campestre para degustar no meio das vinhas
  • Passagem obrigatória por Hautvillers para prestar homenagem a Dom Pérignon   
  • Banhar-se numa das 6 praias do lago Der.
  • Fazer compras em Troyes, berço das fábricas das marcas de renome
  • Passear na avenida de Champagne em Épernay 
  • Dar uma volta pelo palácio episcopal de Troyes
  • Mergulhar na história no Memorial das Batalhas de Marne em Dormans
  • Pegar nos binóculos e observar os pássaros na lagoa de Horre
  • Deixar-se tentar pela andouillette
  • Descobrir as vinhas

Descobrir as vinhas

Colher as uvas, pesar, extrair seu suco ... Gostarias de experimentar a colheita de uvas em Champagne? As casas de champanhe deCôte des Bar oferecem a oportunidade, por um dia,de descobrir todos os segredos da produção desta bebida preciosa, produzida apenas em Champanhe. Então, prepare as tesouras, vamos para a colheita!

Em Champignol-lez-Mondeville, no coração de Côte des Bar, a casa de champanhe R. Dumont & Fils (Link externo) cultiva 23 hectares de vinhas. A particularidade deles? A vinha está 100 m acima da altitude média de Champagne, com o ponto mais alto de 370 m. Isso explica em particularidadeda colheita de uvas levemente atrasada, além de mais acidez ao paladar. Por ocasião da colheita de 2019, a casa recebe seus visitantes para um dia de experiência. Iniciamos o dia com o experimento da colheita de uvas e, em seguida,temos um almoço na fazenda. À tarde, recolhemos as uvas colhidas pela manhã e aprendemos sobre as etapas da produção do champanhe nas adegas. Finalmente, o dia termina com uma bela degustação das safras da casa.

Moët & Chandon: história e tradição

Considerada uma das mais famosas casas de champanhe, o chefe do maior vinhedo da região, Moet& Chandon, também possui as adegas mais extensas que formam um labirinto de 28 km escavados no solo debaixo da famosa avenida de Champagne em Epernay. Podemos optar pela visita "Tradicional", "Grand Vintage" ou "Imperial" (a última em homenagem à Napoleão, que foi um grande apreciador do lugar). A propriedade honra seu compromisso com a história, e homenageou Dom Pérignon com sua a estátua no centro do pátio. Não deixe de conhecer as salas de degustação e sua loja.

Moët& Chandon (Link externo)

Veuve Clicquot: champagne inspirado na feminidade

Em 1810, Barbe Nicole Ponsardin, a viúva Clicquot foi a primeira mulher a administrar uma casa de champanhe e criou sua própria safra. Ela também inventou a "Table du Remuage”, que é um processo para clarear o vinho. Desde então, o rótulo dourado tornou-se uma referência mundial. Durante a visita, telas gigantes apresentam e lembram essa linda história. Para finalizar, uma degustação possibilita um fechamento com chave-de-ouro.

Champanhe Veuve Clicquot
(Link externo)

Ir mais
longe