Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

9 pontos importantes sobre o Castelo de Chambord

Querido por François I e deslumbrado por Leonardo da Vinci, o Castelo de Chambord é o maior e o mais majestoso dos castelos de Loire; testemunho do Renascimento francês e símbolo do poder de um governante apaixonado por artes.
Um Cômodo Real

Foi no seu retorno vitorioso da batalha deMarignanem 1515 que François I decidiu construir o castelo de Chambord. Seu objetivo não eraconstruir sua residência, mas sim um símbolo de seu poder registradopara a eternidade. Ele viveu lá apenas 50 dias! Classificado como um Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1981, o castelo tem sido o lar de muitos convidados ilustres para festas memoráveis e festas de caça, incluindo Louis XIV que completou o acabamento do castelo.

Uma escada revolucionária
A escadaria indescritível com dupla revolução.

Este é o ponto mais alto para visita e também o eixo central do castelo: a famosa escadariada ‘revolução dupla’. Inspirado por Leonardo da Vinci, este engenhoso trabalho em forma de espiral com duas rampas nos leva àtodos os andares da imensa masmorra quadrada. Podemos subir uma pessoa de cada lado sem cruzar os caminhos, cruzando somente o olhar. Um truque que diverte muitos visitantes!

4.500 objetos e ainda mais.

426 quartos, 83 escadarias, 282 lareiras ... o castelo de Chambord e sua arquitetura grandiosa rivalizam com a de Versalhes! 60 quartos estão abertos para visita e oferecem uma coleção de 4.500 objetos de arte para se descobrir em seus aposentos soberbamente reformados.

Uma salamandra no teto.
A salamandra, emblema de François 1, é onipresente no castelo de Chambord.

Em Chambord, a salamandra, um pequeno anfíbio quevive confortável na água e na terra, é representada mais de 300 vezes em tetos e paredes. François I escolheu a salamandra como um emblema, simbolizando a crença popular de seu poder de resistir às chamas. Um animal extraordinário que merece uma coroa com o ditado "Eu me alimento do fogo, assim apago o mal".

Jardins Franceses

Na primavera de 2017, Chambordreabre seus jardins. 600 árvores, 800 arbustos, 200 roseiras, 15250 plantas delimitando suas fronteiras, e 18 874 m² de gramados foram replantados em poucos meses. Uma obra grandiosarealizada depois de 16 anos de estudos para areconstituição quase-idêntica dos jardins originais concebidos por Louis XIV. Magnífico!

Um parque tão grande quanto Paris
O parque do castelo cobre mais de 5.000 hectares.

Você sabia que o parque Château de Chambord é tão vasto quanto Paris intra-muros, o maior parque fechado da Europa: 5.440 hectares cercados por 32 quilômetros de muralhas?! É o lar de uma fauna e flora excepcional podendo ser descoberta à cavalo, de bicicleta, de carruagem ou de 4X4. Com tempo livre, mais de 20 quilômetros de trilhas permitem mergulhar entre estas árvores encantadas.

A história de Chambord contada em 3D

Pode-se considerar um castelo renascentista na vanguarda da tecnologia. Para descobrirChambord em Realidade Aumentada e em 3D, o Histopad, um tablet digital interativo, oferece uma experiência imersiva espetacular com comentários em 12 idiomas.

O gênio Leonardo da Vinci

A história não reteve oficialmente nenhum nome de arquiteto para a construção do castelo de Chambord, mas, inegavelmente, a influência de Leonardo da Vinci é explícita. François I havia convidado Da Vinci para se hospedar na Corte Francesa com o título de "primeiro pintor, arquiteto e engenheiro da realeza”. O desenho do centro da masmorra, sua aeração, vedação e seu sistema de latrinas duplas trazem sua marca de gênio!

Dormindo no castelo ... ou quase

Inaugurado em 16 de Março de 2018, o hotel Relais de Chambord 4 *, que se localiza à apenas 50 metros do castelo, recebe hóspedes em seus 55 quartos e suítes. Após três anos de renovação, o antigo hotelSaint-Michel oferecerá um novo visual, totalmente redesenhado pelo arquiteto Jean-Michel Wilmotte.

Terraços de 360 °
A torre da lanterna, a torre mais alta do castelo.

"Uma mulher cujo vento soprou seus cabelos no ar", foi assim que o poeta Châteaubriand descreveu Chambord e seus terraços, uma profusão de torres, janelas e chaminés cortando a sobriedade das fachadas. De cima, onde fica a torre da lanterna, você encontra uma vista panorâmicaesplêndida do parque e dos jardins.