Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

5 minutos para ficar a saber tudo sobre os castelos do Loire

Castelo de Chambord
Grandezas e decadências, proezas arquitetónicas, histórias de amor e da corte, segredos íntimos… Ainda melhor do que os contos das Mil e Uma Noites, os castelos do Vale do Loire! Tem 5 minutos?
Por onde começar?

É provável que não tenha tempo para visitar os mais de 300 castelos do Loire. Se tivesse de escolher três? Chambord, Chenonceau e Blois, com toda a subjetividade!

1800 trabalhadores para construir uma casa de caça

Inicialmente, o castelo de Chambord deveria ser apenas uma casa de caça, de grande luxo, para mostrar a exuberância de Francisco I durante as visitas oficiais dos outros reis e embaixadores. Foram contratados 1800 trabalhadores para esta obra monumental, que durou de 1519 a 1547. É o que se chama ter a mania das grandezas.

De Vinci a Chambord

Só uma mente maquiavélica ou extraordinariamente brilhante é que podia imaginar a mítica escada dupla do castelo de Chambord. Por isso, não é de admirar que tenha sido criada por Leonardo da Vinci. A ilusão é perfeita: de frente parece que só existe uma rampa. Mas, na verdade, são duas espirais que giram uma sobre a outra sem se cruzarem. Vai ficar com a cabeça a andar à roda!

A ponte Chenonceau

Durante a Segunda Guerra Mundial, uma parte do castelo de Chenonceau estava na zona livre e a outra na zona ocupada. A linha de marcação atravessava a grande galeria, o que permitiu fazer passar inúmeros franceses de um lado para o outro. Evasão real!

Tintin em Cheverny

Foi em Cheverny que Hergé terá encontrado a inspiração para o álbum O Tesouro de Rackham, o Terrível, em que o Capitão Haddock herdou o castelo de Moulinsart. Siga os passos do Capitão e dos seus companheiros, Tintin, Dupond e Dupont, sem esquecer o fiel Milou, e reviva as suas aventuras graças a uma exposição permanente no castelo.

Dentro do castelo havia padeiros!

Um castelo cheio de segredos… Visto de fora parece um castelo completamente normal. Mas Brézé possui uma autêntica fortaleza subterrânea. A 18 metros de profundidade, existem vários quilómetros de galerias escavadas na rocha de turfa. Para além desta muralha de defesa inesperada em caso de ataque, existiam ainda… os padeiros do castelo.

O Castelo das Damas

Os mapas de Chenonceau lêem-se como um autêntico romance. Oficiais ou favoritas, todas as mulheres que viveram neste castelo deixaram a sua marca no "Castelo das Damas". Mandado construir por Catherine Briçonnet, este castelo foi oferecido por Henrique II à sua favorita, Diane de Poitiers, que deu nome aos jardins. Quando ele morreu, Catherine de Médicis, sua esposa, expulsou a rival e mandou construir a impressionante galeria ponte que atravessa o rio Cher.

A Bela do Castelo de Ussé

Um castelo rodeado por um bosque, um príncipe evidentemente encantado que chega no seu cavalo branco… Era uma vez Ussé, o castelo da Bela Adormecida. Aqui tiveram muitos filhos e viveram felizes para sempre.

Uma playlist sobre o tema

Consultar o blog: OMonChâteau (Link externo), "um blog que vai fazê-lo gostar das pedras velhas!" Diz-se tudo (mas apenas em francês, lamentamos).
Ler o livro: Le roman des châteaux de la Loire, de Juliette Benzoni. Cada castelo com a sua história verdadeira.
Apanhar o comboio: Interloire. Durante o verão, para quem preferir percorrer os 800 km de ciclovia do vale do Loire de bicicleta, permite-lhe transportá-la gratuitamente entre Orléans e Croisic, para passar para a etapa seguinte ou o ponto de partida.
Ver a exposição: "Os segredos de Moulinsart (Link externo)" no castelo de Cheverny, organizada juntamente com a Fundação Hergé.

Para mais informações:

Como chegar ao Vale do Loire