O vinhedo do Vale de Loire

Conhecemos o Vale do Loire especialmente por seus castelos, que testemunham a história da França. Mas sabias que as margens do Loire também abrigam uma das vinhas mais importantes da França? A France.fr revela, aqui, os segredos dos vinhos do Vale do Loire.

Arte de viver no Vale de Loire

Tombado na listado Patrimônio mundial da humanidade pelaUnesco desde 2000 em razão de suas paisagens e seus castelos, o Vale de Loire cultivaa arte de viver.

De adegasacastelos, de alberguesa mesas gastronômicas, de jardins a vilarejos, várias estradas turísticaso convidam a descobrir as riquezas das grandes regiões de apelação: Centre-Loire, Orléanais, Touraine, Saumurois, Anju e Pays Nantais

  • A uns vinte quilômetros de Sancerre, siga os painéis de indicação de um passeio nos vinhedos « Entre videira e florestas » no vinhedo de Menetou-Salon.
  • No amanhecer ou no crepúsculo, decoledebalãojunto aos principais castelos da Loire e sobrevoe os vinhedos de Touraine entre Blois, Chenonceau e Amboise.
  • Reserve um dia para visitar o vinhedo Anjou-Saumur. Ao programa: descoberta da Saumur antiga, visita da abadia de Fontevraud e recepção em uma propriedade vinícola com degustaçãocomentada dos vinhos da propriedade.
  • Em Cheverny, descubra um sistema único de degustação dos Vinhos de Loire naMaison des Vins de Chevernye Cour-Cheverny, na entrada do Castelo.
  • No Vinhedo Nantais, venha encontrar os produtores do Vale de Clisson no coração da apelação do famoso Muscadet-Sèvre-et-Maine, sem esquecer-se de fazer trabalhar seu imaginário na oficina dos Máquinas da Ilha, em Nantes.

Os locais incontornáveis a descobrir

  • Sancerre, seu vinhedo, a Casa des Sancerre
  • Chinon, a cidade de Rabelais, sua fortaleza real e seu vinho de renome
  • A Abadia Real de Fontevraud
  • Nantes, o Castelo dos duques da Bretanha, as Máquinas da Ilha
  • A Loire, patrimônio mundial da Unesco
  • Os Castelos e jardins do Vale de Loire, Chambord e Chenonceau

Uma experiência única a compartilhar

Sua parcela de videira com minhas videiras.com. Siga o elaboração de seu próprio vinhonaPropriedade Fouassier ou na Propriedade do Clos Roussely.

As destinações “Vinhedos & Descobertas”

O rótulo Vinhedos & Descobertaslhe permite preparar mais facilmente seus fins de semana e suas estadias de curta duração no vinhedo graças a prestações e serviços cuidadosamente selecionados. Escolha sua destinação:

  • Val de Loire Amboise
  • Val de Loire Chenonceau
  • Vallée du Loir
  • Chinon, Bourgueil, Azay
  • Saumur, Val de Loire
  • Angers, Loire Valley
  • Vallée du Layon
  • Muscadet Loire Océan

Cabernet Franc, Chenin, Sauvignon ...

Quem possui uma diversidade de vinhos, certamente, possui uma grande variedade de tipos de uvas. Existem mais de vinte tipos de uvas no Vale do Loire, alguns do próprio território, e, outros, do leste ou sudoeste da França. Este é particularmente o caso do “melão da Borgonha”, uma das quatro principais uvas desta vinha, que foi introduzida na região pelos monges no século XVI. Ou oCabernet Franc, a primeira uva vermelha do Vale do Loire, trazida no século XI. Entre os regionais da etapa, temos o Chenin, conhecida como "Planta de Anjou" até o século XVI, ou o Sauvignon.

Bourgueil ou Chinon?

As vinhas do Vale do Loire também levam nomes de estrelas, como Saint-Nicolas-de-Bourgueil, produzido com as uvasCabernet Franc cultivadas na cidade de mesmo nome, e conhecido por seus aromas de frutas vermelhas, framboesa , cereja e amora.

Os vinhos Vouvray, produzidos em Touraine à base das uvasChenin, são facilmente identificadas por sua cor dourada brilhante, e se apresentam na forma estática ou efervescente. Há também a uvaChinon, produzida entre Saumur e Tours, ou o Muscadet sur lie, a estrela das vinhas de Nantes.

Os castelos e seus vinhos

No Val de Loire, vinhos e castelos são inseparáveis. Assim que o Castelo de Chambord foi construído, François I introduziu uma variedade de uvas da Borgonha, conhecida como Romorantin. 500 anos depois, as uvas ainda são cultivadas em Chambord. O CasteloChenonceau, o famoso castelo do Vale do Loire, nomeou Touraine-Chenonceau, um vinho branco brilhante e um tinto de vermelho intenso com aromas de frutas pretas. Encontramos rótulos de excelência, também, no Castelo Azay-le-Rideau, onde podemos saborear o Touraine-Azay-le-Rideau, que éum vinho branco fresco com aromas cítricos e o rosé, com uma cor delicada e brilhante, como em Amboise. Outros castelos, também, produzem seus próprios vinhos, como os castelos de Rivau, Brézé ou Brissac.

Nantes