Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

Os oito grandes campos de golfe no oeste de Paris

O Golfe Nacional entrou para a história com a Ryder Cup, mas o oeste de Paris está repleto de outros cursos emblemáticos e sumptuosos que despertam o desejo de descobrir seus campos. A seguir estão os oito grandes campos de golfe:
Béthemont-um curso montanhoso

Desenhado pelo ilustre campeão alemão Bernhard Langer, este curso montanhoso e repleto de carvalhos exige mais precisão do que força. A subida soberba do 18 ao club-house, uma mansão estilo Charles X construída no século XIX, irá trazer momentos inesquecíveis.

Golf de Béthemont (Link externo)

Feucherolles-cinco lagos

Este é um curso na forma de ‘montanha russa’, em grande parte arborizado e decorado com cinco lagos que são perfeitamente integrados na paisagem. Fique atento com as curvas! Golf de Feucherolles (Link externo)

Fourqueux-um refúgio de hortaliças

Este campo de golfe quase centenário (desenhado em 1925) é um cenário verde onde sentirás que está em um ‘quebra-cabeça’, em todos os sentidos da palavra, com seus doglegs e suas enigmáticas inclinações transversais. Durante a guerra, este local serviu como um campo de treinamento das tropas alemãs, e, hoje, se tornou um dos playgrounds favoritos dos amantes do golfe. Golf de Fourqueux (Link externo)

Joyenval- obstáculos irregulares (bunkers dentelés)

Assinado por um dos mais famosos arquitetos do golfe, Robert Trent Jones Sr., este curso é composto por inúmeros bunkers irregulares (obstáculos feitos de areia) e grandes greens bastante íngremes. Parece ser um curso difícil, porém, é um campo apropriado para amadores de todos os níveis. Esta será uma experiência prazerosa para os olhos, e, um novo desafio. Golf de Joyenval (Link externo)

La Boulie-um século de tradição

Este campo de golfe possui mais de cem anos de tradição, localizado na entrada da capital, onde ocorreu a primeira ‘Open de France’ em 1906, e também a ‘Copa do Mundo’ de 1963, conquistada pelo norte-americano Arnold Palmer e por Jack Nicklaus. Dois cursos de 18 buracos cada! Já para aqueles que procuram agradar o paladar, o 18,82, um restaurante gourmet bastante famoso localizado em uma
belíssima Club-House de estilo normand, está à disposição. Golf de la Boulie (Link externo)

O Prieuré-no coração de Vexin

Este é um antigo mosteiro do século XII que hoje funciona como um Club-House. Localizado no coração do Parque Natural de Vexin, seu soberbo terreno oferece dois campos de golfe totalizando 36 buracos: ao leste, temos um campo tortuoso e montanhoso, e, ao oeste, temos um campo largo e alongado. Golf Du Prieuré (Link externo)

Saint-Cloud-vista da Torre Eiffel

Este é um dos campos de golfe mais famosos, onde alguns buracos possuem uma vista única da Torre Eiffel. Este foi também o playground privilegiado do presidente François Mitterrand, mas também do Duque de Windsor, Dwight Eisenhower e Sean Connery. Este terreno possui uma rica história onde pertenceu à Imperatriz Josephine de Beauharnais, e foi também onde ocorreu a batalha de Buzenval contra
os prussianos em Janeiro de 1871. Golf de Saint-Cloud (Link externo)

Saint-nom-la-Bretèche- O Lendário

Por 34 anos, as estrelas do golfe têm brilhado neste lendário curso com o troféu Lancôme. Entre a floresta de Marly e a planície de Versalhes, o terreno é composto por 2 cursos de 18 buracos cada, repleto de obstáculos, cercas-vivas espessas e greens íngremes. Golf de Saint-nom la Bretèche (Link externo)

E, claro, sem esquecer do Golf National de Saint-Quentin-en-Yvelines, localizado próximo à Versalhes, que faz parte agora da Ryder Cup!