Exposições a não perder em Paris, em 2022

Aprender, contemplar, estimular, sonhar e, acima de tudo, convencer-se de que são algumas das coisas que realmente importam. Este ano, a arte e a cultura estão, mais uma vez, a colocar Paris no roteiro artístico. Gaudi, Cézanne, Ray, Hantaï... em 2022, retrospetivas excecionais e homenagens acompanham obras-primas imperdíveis.

“Notre-Dame de Paris, l'Exposition augmentée” no Collège des Bernardins

Primavera de 2022 (datas a confirmar)

Notre-Dame está a ser reconstruída e será notícia no Collège des Bernardins, na Primavera de 2022. Mergulhe numa incrível reconstituição do seu estaleiro na Idade Média, graças às maravilhas da realidade aumentada. Desde a coroação do Imperador Napoleão I até às operações de segurança durante o seu incêndio em 2018, viva a imortal Notre-Dame, os seus muros e a sua história.

“Banquet” na Cité des sciences et de l’industrie

Até 7 de agosto de 2022

“Uma exposição que encanta tanto o paladar como o cérebro” é o lema da exposição “Banquete” na Cité des sciences, que promete proporcionar uma experiência gustativa intrigante. Desde a cozinha até à mesa do banquete, o espetador é convidado a ser cozinheiro, provador e convidado graças a múltiplas atividades lúdicas e sensoriais. Uma visita cheia de surpresas, para miúdos e graúdos!

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

“Cézanne, Lumières de Provence” e “Kandinsky, L'odyssée de l'abstrait” no Atelier des Lumières

De 18 de fevereiro de 2022 a 2 de janeiro de 2023

É a vez de Cézanne e Kandinsky assumirem a decoração digital do Atelier des Lumières e coabitarem durante um ano. Espalhados e animados do chão às paredes até 10 metros de altura, pinturas, desenhos e fotografias revelarão detalhes das pinceladas, linhas e jogo de materiais do impressionismo provençal de Cézanne e da busca de abstração de Kandinsky. É como estar lá!

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

“Gaudí” no Museu de Orsay

De 12 de abril a 17 de julho de 2022

Depois do MNAC em Barcelona, a exposição Gaudí está agora em Paris, no Museu de Orsay. Uma verdadeira homenagem ao arquiteto modernista catalão, Antoni Gaudí (1852-1926), a exposição detalha toda a sua carreira através de uma impressionante coleção de mais de 650 objetos, obras de arte, documentos, planos e fotografias. Uma imersão sem precedentes para compreender o processo criativo do arquiteto que implantou o movimento Art Nouveau numa Catalunha em plena convulsão social e política.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

“Loves Brings Love” em homenagem a Alber Elbaz, no Palais Galliera

De 5 de março a 10 de julho de 2022

Designer de moda ícone que relançou notavelmente a maison Lanvin, Alber Elbaz morreu em 2021. Para lhe prestar homenagem, o museu da moda recriou o desfile “Loves Brings Loves” que lhe foi dedicado em outubro de 2021 pela AZ Factory, a marca que fundou. Vestidos fluidos de cauda longa, vestidos curtos com folhos, grandes laços... a exposição oferecerá aos visitantes uma experiência imersiva, reproduzindo todos os efeitos, sons e luzes deste espetáculo inesquecível.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

“Aux sources des Nymphéas : les impressionnistes et la décoration”, no Museu de Orangerie

De 02 de março a 11 de julho de 2022

Se, para Renoir, a arte é feita, sobretudo, para “iluminar as paredes”, o Museu de Orangerie compreendeu bem isto e mostra, através desta exposição, que muitas obras impressionistas foram inicialmente concebidas como decorações. Através de obras de Renoir, Manet, Monet, Cézanne, Picasso e Degas, algumas das quais nunca foram mostradas em França, descobra uma nova história do Impressionismo.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

“Pionnières” no Museu do Luxemburgo

De 15 de setembro de 2021 a 16 de janeiro de 2022

Vivian Maier, falecida em 2009, foi uma das maiores fotógrafas do século XX e teve uma carreira atípica. Esta perceptora de crianças observou meticulosamente a sociedade americana e fotografou as ruas de Nova Iorque e Chicago a partir dos anos 50. A modernidade sobre-exposta e o outro lado da moeda são a essência do trabalho de Vivian Maier. A exposição dá acesso, pela primeira vez, aos arquivos não publicados da fotógrafa, descobertos em 2007.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

“Simon Hantaï” na Fundação Louis Vuitton

De 27 de abril a 29 de agosto de 2022

Uma magistral exposição retrospetiva dedicada ao artista franco-húngaro Simon Hantaï. Grande figura da abstração que conviveu com os surrealistas parisienses, é conhecido pelas suas técnicas de pliage e froissage, que conferem à sua pintura uma dimensão singular. Uma oportunidade para fazer várias visitas à Fundação Louis Vuitton, situada no coração do Bosque de Bolonha.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

Exposição “Héroïnes romantiques” no Musée de la Vie Romantique

De 6 de abril a 4 de setembro de 2022

Jeanne d’Arc, Marie Stuart, Héloïse, Juliette, Sappho ou Atala… foram mulheres históricas ou fictícias, pintoras, escritores ou artistas, marcaram o início do século XIX e estão no centro desta nova exposição. O Musée de la Vie Romantique presta-lhes homenagem através de cerca de uma centena de pinturas, esculturas, manuscritos e objetos de arte do período romântico.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

Charles Ray na Bourse de Commerce e no Centre Pompidou

16 de fevereiro a 20 de junho de 2022

Já reparou na escultura de um jovem cavaleiro e da sua montaria recentemente instalada no pátio da Bourse du Commerce? Esta obra anuncia a carta branca dada ao escultor americano Charles Ray, em breve com 70 anos de idade, para exibir o seu espantoso e elusivo trabalho nos dois museus do centro de Paris. Entre o classicismo inspirado na escultura greco-romana, dimensões hiper-realistas e tecnologia industrial de ponta, o artista oscila entre a tradição e a modernidade e nunca para de se renovar. A descobrir antes do Verão, numa exposição conjunta no Centre Pompidou e na Bourse de Commerce.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

“Yves Saint Laurent” em seis museus parisienses

De 29 de janeiro a 15 de maio de 2022

Promete ser um grande evento: a extensa exposição apresentada em seis museus parisienses icónicos celebrará a obra excecional de Yves Saint Laurent, no 60.º aniversário do primeiro desfile de moda do grande estilista. O Centre Pompidou, o Museu do Louvre, o Museu de Arte Moderna de Paris, o Museu de Orsay, o Museu Nacional Picasso-Paris e o Museu Yves Saint Laurent uniram-se para destacar as ligações que o designer tinha com a arte e as coleções públicas francesas. Uma viagem encantadora na capital da moda, seguindo os passos de um dos maiores designers do mundo.

Aconselhamo-lo a consultar o website do museu para verificar as datas da exposição (possíveis alterações devido a medidas sanitárias).

Ir a Paris