Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

Passeio impressionista, desde os cafés até os ateliers dos artistas

O Angelus em Barbizon
A sua visita ao Museu d’Orsay despertou a curiosidade sobre a vida dos mestres do impressionismo, seus precursores e seus herdeiros? As suas terras e temas prediletos estão a dois passos. Dominique-Charles Janssens, Presidente do Instituto Van Gogh, nos leva para darmos um passeio ao redor de Paris, desde os ateliers de pintura até os cafés dos artistas. O impressionismo é também uma arte de viver…

No século XIX, os pintores do mundo todo desembarcavam em Paris a então capital das artes. Mas era também no campo, perto de Paris, que os artistas se encontravam para “celebrar a natureza”, pintando-a ao ar livre. Auvers-sur-Oise, Barbizon, Chatou ou ainda Giverny tornaram-se lugares de criação incontornáveis que entraram para a História da Arte. Estes vilarejos franceses são hoje mundialmente conhecidos através dos quadros ali pintados e que estão expostos nos grandes museus. Graças à sobrevivência de alguns cafés, albergues ou ateliers onde viveram os artistas, alguns desses lugares de memória permanecem locais vivos onde o público pode reviver o espírito e o ambiente de toda uma época.

Embarque para Chatou, a ilha dos Impressionistas
A Casa Fornalha de Chatou

O restaurante da Maison Fournaise: aprecio particularmente o terraço dando para o rio Sena e a sua atmosfera bucólica. Foi aí que Renoir pintou o famoso quadro Déjeuner des canotiers.
O Museu Fournaise: para aí descobrir os “pequenos mestres” das margens do Sena e o ambiente animado dessa guinguette.

Suba pelas margens do Sena até Auvers-sur-Oise
O quarto de Van Gogh emL’AubergeRavouxemAuvers sur Oise

O albergue Auberge Ravoux conhecido como “Casa de Van Gogh”: um lugar excepcional onde a glória de Van Gogh é transformada em intimidade. Pode-se visitar o quarto nº 5, do qual ele foi o último inquilino.
A casa-atelier de Charles-François Daubigny: um dos raros ateliers na França que permaneceu intocado e que foi decorado por Corot, Daumier e Daubigny pai e filho.
A casa do Doutor Gachet: uma casa cultural única frequentada por Cézanne, Pissarro, Van Gogh…
O Museu do Absinto: elogio à bebida que inspirou tantos artistas!
Para ver também: o castelo e seu percurso “Visão impressionista” para descobrir a história desse movimento artístico.

Estenda o passeio até as portas da Normandia e até Giverny
Casa e jardins de Claude Monnet

O Hotel Baudy: um quadro autêntico e um jardim de rosas de uma simplicidade encantadora.
As casas e os jardins de Claude Monet: símbolos do seu sucesso, longe da imagem de “pintores malditos” de alguns dos seus contemporâneos.
Para ver também: o Museu dos Impressionismos, que vale uma visita pelas suas exposições temáticas.

Volte para a Escola em Barbizon
Ateliê-MuseuJean-Francois Millet

O Albergue Ganne, que hoje abriga o museu dos pintores de Barbizon: além da decoração realizada pelos artistas, adoro o pequeno filme que retrata perfeitamente o ambiente amistoso de um café de artistas.
A casa-atelier de Jean-François Millet: aqui encontramos o mito…