Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

20º aniversário dos Caminhos de Compostela

Quer vivenciar a experiência humana e espiritual da peregrinação? Então estás nos momento certo! A França está comemorando este ano o 20º aniversário da lista das rotas de Santiago de Compostela, Patrimônio Mundial da UNESCO. Antes de se equipar para a peregrinação, reserve cinco minutos para preparar seu itinerário, que começa em Auvergne, Occitania, Hauts-de-France ou Normandy...
O acessório do peregrino

Um bom e respeitável peregrino de Compostela (chamado também de “gamão”) deve ser provido de seu bastão. Este bastão é um cajado de madeira da tradição peregrina que possui uma concha em seu topo, inspirado no do Saint-Jacques. Hoje temos versões mais modernas (e mais leves), mas ainda podemos encontrar os autênticos artesanais.

Todos os caminhos levam à Compostela ... ou quase!

Agora que você está equipado, você deve escolher sua rota. Na França, quatro rotas simbólicas tornam possível chegar ao destino sagrado na terra espanhola. O ponto de partida são à partir dos grandes santuários: Saint-Martin de Tours, a Madeleine de Vézelay, a Notre-Dame du Puy e Saint-Gilles du Gard. Essas quatro rotas se encontram na fronteira espanhola para, assim, formar um único caminho para Compostela.

Uma herança dispersa

Quer pegar a estrada? O lado francês das Rotas de Santiago de Compostela contrasta com a paisagem linear do lado espanhol. Consiste em 80 monumentos, complexos arquitetônicos e caminhos distribuídos por todo o território. L’Occitanie e Nova Aquitânia são as regiões com o maior número de rotas, mas também é possível seguir os passos de peregrinos em direção ao Mont-Saint-Michel na Normandia, à
torre Saint-Jacques em Paris, ou visitando a catedral de Amiens em Hauts-de-France.

Romano ou gótico?

Além do aspecto espiritual, as Rotas de Santiago de Compostela também oferecem um belo panorama da arquitetura da Idade Média, a começar pelas igrejas e abadias. Os admiradores do estilo românico encontrarão seu êxtase na igreja Sainte-Foy Conques, Notre-Dame-du-Port em Clermont-Ferrand e na Basílica Saint-Sernin de Toulouse. Já as catedrais de Amiens e Bourges são mais caracterizadas pela arte gótica.

Relíquias (nem sempre) autênticas

Uma série de relíquias marca a rota dos peregrinos. Entre elas, o Sudário da Abadia de Cadouin, em Nova Aquitaine. Acreditava-se que um tecido encontrado foi o pano sagrado que cobria a cabeça de Cristo no túmulo, esta relíquia de Passion promoveu os belos dias da Abadia de Cadouin. Estes belos dias duraram até 1934, quando a sentença caiu: o pano é na realidade um tecido do século XI com sua origem no Egito
e, portanto, nunca cobriu a cabeça de Cristo. Hoje ainda podemos admirar uma réplica na entrada do claustro da abadia.

Nome de código: GR 65

Saint-Jacques-de-Compostelle é também reconhecido por seu desafio físico, com 5.500 quilômetros de trilhas marcadas pela Federação Francesa de Caminhadas, mais conhecida como código GR 65. A rota principal é via Podiensis, a "Route du Puy", que começa em Genebra, na Suíça, e atravessa 13 departamentos para chegar à Saint-Jean-Pied-de-Port, no País Basco. Cerca de 1.100 quilômetros de trilhas oferecem paisagens variadas, desde a fronteira suíça até os picos nevados dos Pirineus, ou até mesmo aos vulcões de Auvergne.

1998 -2018: 20º aniversário

Em 2018, as Rotas de Santiago de Compostela celebram o vigésimo aniversário de seu reconhecimento como Patrimônio Mundial da UNESCO. Nesta ocasião, conferências, shows, visitas, exposições, e ateliês para as crianças, serão organizados para este ano de aniversário. No total, são quase 250 eventos estruturados para viver e descobrir esse patrimônio precioso. Vamos seguir à peregrinação!