Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

Bangalôs sobre o mar do Tahiti completam 50 anos - PARTE 2

Síntese da Polinésia Francesa, as icônicas construções criadas em 1967 ajudaram a tornar o país o sonho de muitos viajantes.

Para além do conforto – que atinge níveis altíssimos, com todo tipo de mimos, detalhes e serviços premiadíssimos das melhores redes hoteleiras do planeta – a experiência taitiana é, acima de tudo, a de pertencimento. O aconchego e hospitalidade oferecidos pelo povo polinésio traduzem o quanto este lugar abraça quem o visita. Como se premiasse quem atravessou o mundo para descobrir suas montanhas imponentes brotando do fundo do oceano, tocando o céu que empresta tons de azul às lagoas salgadas protegidas do Oceano Pacífico por cintilantes anéis de coral repletos de vida marinha.

Alimentando sonhos e desejos de milhões de virtuais viajantes ao longo de 50 anos, os bangalôs se consolidaram como modelo e foram recriados em outros destinos que sonham repetir o sucesso da Polinésia Francesa. Hoje, 884 bangalôs sobre as águas estão espalhados por 22 hotéis. As construções estão presentes em 7 das 118 ilhas que compõem o arquipélago da Polinésia Francesa.

Os três californianos criaram não apenas um novo tipo de acomodação, mas uma forma diferente de olhar o mundo. Uma vez instalado em um bangalô, nada mais importa. Não há ninguém por perto a não ser que você queira. Uma va’a, tradicional canoa polinésia, traz o seu café da manhã. Um carrinho de golfe pode levá-lo até a praia ou ao restaurante. Em um dado momento, o desprendimento com preocupações é tamanho que o concierge parece saber mais sobre a sua vida do que você próprio. Seja agendando uma massagem em spas com tratamentos exclusivos, ou com a delicadeza de trazer um champanhe de boas vindas, ele te deixará com ao menos uma certeza na vida: alguém está sempre pensando em você.

É como se tivessem desligado todo e qualquer tipo de chateação: ao hóspede cabe apenas escolher como quer aproveitar o próximo momento. Símbolo máximo desse universo flutuante de prazeres, Bora-Bora sintetiza muito da imagem de paraíso possível, quase como uma última fronteira do descanso. De fato, é um privilégio despertar com o impávido Monte Otemanu diante de você. Melhor ainda é poder admirá-lo a partir do seu bangalô. Acolhido, sereno e satisfeito, em uma bolha de conforto só sua, você aprecia o suave deslizar das nuvens, suas diferentes matizes com a chegada e a partida do sol em uma porção de terra tão isolada.

Aspiração de infinitos casais mundo afora, destino escolhido para muitas luas de mel, as Ilhas do Tahiti realmente exalam romantismo. Fama que foi ganhando legitimidade com os anos, afinal quem não quer compartilhar o paraíso com a pessoa amada? Não é raro ver casais vivenciando uma cerimônia tradicional taitiana, na qual cada noivo chega em uma canoa. Ou então renovando os votos, numa nova lula de mel. Muitos hotéis oferecem variados tipos de celebrações, evocando toda a espiritualidade do povo polinésio, apenas para os noivos ou também para convidados. Embora tão desejado pelos casais, não se engane: o Tahiti abraça todo tipo de visitante com um leque interminável de atrações.

“Para muitos viajantes que buscam o sonho do Pacífico Sul, hospedar-se numa cabana sobre as águas é uma experiência imperdível. Mas o bangalô flutuante é apenas uma das várias acomodações autênticas e de luxo que os visitantes podem encontrar em nossas ilhas”, explica Paul Sloan, CEO da Tahiti Tourisme. Embora as palafitas sobre as quais os bangalôs estão erguidos muitas vezes abriguem dezenas de acomodações, os bangalôs mantêm uma privacidade notável. É muito raro encontrar outros hóspedes, por mais ocupados que os hotéis estejam.

Bangalôs sobre o mar do Tahiti completam 50 anos - PARTE 1

Bangalôs sobre o mar do Tahiti completam 50 anos - PARTE 3

Bangalôs sobre o mar do Tahiti completam 50 anos - PARTE 4

Autor: Felipe Mortara - FM Travel Content