Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

A gastronomia de Lyon

Curnonsky, «o príncipe dos gastrónomos», já o afirmava no século XIX: Lyon é a capital da gastronomia.
No século XVII, a cozinha de Lyon era um assunto de «Mães»: cozinheiras modestas instaladas por sua conta que ofereciam uma cozinha simples e generosa. Pratos tradicionais como salame em pão brioche ou andouillette esticada na baguete. Estes pratos ainda fazem, atualmente, as delícias dos gulosos que frequentam os célebres restaurantes rústicos de Lyon.

Entre as especialidades destes restaurantes, não pode perder o «mâchon». Consumido às 9h da manhã, esta refeição é composta principalmente por enchidos regados com Beaujolais.

A excelência dos produtos da região

No cruzamento de regiões de produção de aves de capoeira, vinhos, frutos e legumes, Lyon apresenta os produtos da horta no centro da sua gastronomia. Estes são célebres nos Halles de Lyon - Paul Bocuse desde 1971. Neste mercado coberto - cujas origens remontam a 1859 - os habitantes de Lyon, bem como Chefs com estrelas Michelin, vêm procurar a excelência proveniente da horta regional.

Em Les Halles reina um ambiente bastante amigável onde se pode, desde manhã, comer no local uma dezena de ostras ou charcutaria local... Nas bancas dos 50 negócios, as charcutarias da Mère Sibilia, as quenelles Giraudet, o queijo Saint-Marcellin da Mère Richard fazem-lhe água na boca.

O Beaujolais nouveau

A produção vitícola também é um trunfo da riqueza da gastronomia de Lyon. A norte de Lyon, a vinha do Beaujolais produz um vinho mundialmente conhecido, graças ao evento anual do Beaujolais nouveau. Mais a leste existe uma pequena denominação de 300 hectares, o coteaux-du-lyonnais. Por fim, o sul inclui nomes de prestígio, como Condrieu e Cotes Rôties. Um pouco mais longe, os vinhos da Saboia, de Bugey ou do Vale do Ródano completam esta mesa vitícola.

Até 2018, o projeto La Cité Internationale de la Gastronomie

Para homenagear o lugar de Lyon na cena gastronómica mundial, La Cité Internationale de la Gastronomie verá a luz do dia até 2018.
No Grand Hôtel-Dieu, monumento histórico em fase de reconversão, o local irá revelar culturas culinárias e a arte de viver à francesa.

Lyon