Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

Boulle x Valrhona: os ofícios de arte e o chocolate

Há encontros inusitados, mas que, no fundo, são evidentes. No âmbito de um estágio "Criatividade e Design", os grandes chefes pasteleiros da Escola Valrhona, famosa casa de chocolate francesa, foram trabalhar com os alunos da Escola Boulle, uma das mais prestigiadas escolas de design e de ofícios de arte do mundo. Primeira constatação: têm bastante em comum…

Os primeiros possuem um domínio total da matéria chocolate; os segundos, possuem um dom para desenhar, esculpir, coser ou forjar o metal, a madeira ou o vidro. "Não trabalhamos os mesmos materiais, mas em termos de gestos, de forma de apreender o trabalho e a criação, pertencemos todos à mesma família", afirma Juliette, uma aluna da escola Boulle. Orientados para ofícios de excelência, quer sejam artesãos ou pasteleiros, são todos entusiastas. Durante cinco dias, trocaram de materiais, técnicas e olhares. E Thierry Bridron, chefe-executivo da Escola Valrhona, só lamenta uma coisa: "É pena não nos termos encontrado antes."

"Quando nos contataram, dissemos: Temos de arriscar! - Foi uma lufada de ar deixar a madeira e o metal para esculpir chocolate."

Os Boullistas vieram despertar a curiosidade e a criatividade dos chefes pasteleiros. "Por trás das mãos há uma alma e quando esta está ofuscada por uma máquina de produzir e vender, deixa de haver criatividade", afirma Thierry Bridron. "Só nos apercebemos quando paramos para pensar. Quando nos contataram, dissemos: Temos de arriscar!" Juliette acrescenta: "Nós abordamos mais o aspeto artístico, enquanto que eles estão mais limitados pela técnica, têm menos liberdade."
Pelo contrário, os chefes pasteleiros abriram aos Boullistas um campo de possibilidades. "Foi uma lufada de ar sair do nosso meio, da madeira, do vidro, do metal e notarmos que podemos utilizar qualquer material. Demos por nós a esculpir chocolate, a trabalhar o açúcar…"

"A ebulição criativa dos chefes pasteleiros e dos artesãos permitiu criar guloseimas preciosas."

Formas com animais esculpidos, uma cabeça grande de rinoceronte, um serviço de mesa digno de um palácio… A ebulição criativa dos chefes pasteleiros e dos artesãos permitiu criar guloseimas preciosas. Mas ainda não podemos desvendar mais nada, pois as suas criações só serão reveladas no inverno de 2018…

Como chegar a Paris