Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

5 minutos para ficar a saber tudo sobre a feria

Jovens durante as Festas de Baiona
Quer seja a favor ou contra as corridas de touros, não faz mal. A feria é muito mais do que isso! E vai ver que vai adorar. Fique a saber tudo sobre esta tradição inexorável do País Basco e do Sudoeste de França em 5 minutos. Vista-se de vermelho e branco e junte-se aos festayres.
Festayre

Nome que se dá aos participantes da feria. Junte-se a eles!

Feria: como e porquê?

Inicialmente, as ferias eram feiras ou festas organizadas para marcar as estações agrícolas e o fim das colheitas. Assim, Arles tem a sua feria do arroz em setembro e a feria da Páscoa. Nîmes comemora as vindimas e Pentecostes. Mont-de-Marsan celebra a padroeira da cidade, Santa Madalena, em julho. E Baiona gosta, acima de tudo, de festejar!

Dress code

Vermelho e branco! Exceto se quiser ir a Mont-de-Marsan que, para se distinguir das suas irmãs, trocou o vermelho pelo azul. Fica ao seu critério. É a Luis Mariano que se deve a escolha do vermelho e branco. Habituado às ferias de Pamplona, cujas cores emblemáticas são, precisamente, o vermelho e o branco, o tenor basco espanhol importou esta tradição para Baiona em 1969, onde era convidado para dar início à feria.

Leão, ainda estás a dormir?

Verdadeira mascote das Festas de Baiona, o Rei Leão entrega simbolicamente as chaves da cidade à multidão delirante na primeira noite, marcando, assim, a abertura das festividades. Como é um grande preguiçoso, a corte, conduzida pelos gigantes (o Louco, o Marechal, o Chocolateiro, a Governanta e o Médico e a Favorita), tem de ir tirá-lo da cama todos os dias ao meio-dia. Aproxime-se da varanda da Câmara Municipal para assistir ao despertar de Sua Majestade! Um cerimonial que pode ver também noutras cidades que o adotaram.

Imortalizada

Desde 2010, a feria (de Nîmes ou de Baiona, não há diferenças, é preciso saber defender a sua cultura e as suas tradições!) está inscrita no Inventário do Património Cultural Imaterial de França.

Pronto para o paquito?

Não há feria sem paquito! Sente-se entre as pernas do seu vizinho de trás e deixe um lugar para o vizinho da frente. Levante os braços e balance ao mesmo ritmo, da esquerda para a direita e da frente para trás. Aí vem um candidato para atravessar por cima da fila! Deitado de barriga para baixo e com os braços esticados para a frente, tem de chegar ao fim do paquito. Não o deixe cair!

Banda ou peña?

Não confunda as duas! A banda é uma fanfarra que percorre a cidade a tocar música, enquanto que a peña é um grupo de amigos que também percorre a cidade a tocar música… mas sem instrumentos!

Agur, o hino do País Basco

O que é bom acaba sempre depressa! Para se despedir da feria, dirija-se às arenas depois da última corrida. As bandas estarão lá todas, prontas para cantar Agur Jaunak, um canto de cisne para encerrar a festa. Um momento muito emocionante!

Uma playlist sobre o tema

Guarde a página Pinterest para descobrir todos os cartazes das Festas de Baiona desde 1932 (Link externo)
A marca ideal para um look perfeito (Link externo)
Leia o livro: Histoire et dictionnaire de la tauromachie, de Robert Bérard, éditions Robert Laffont, Paris, 2014.
Veja o documentário para compreender o que é realmente a tourada: La course de taureaux, de Pierre Braunberger e Myriam, realizado em 1951.
Ouça a música: Manolete, do grupo de jazz Weather Report, dedicada ao mítico toureiro.

Para mais informações:

Prepare a sua viagem (Link externo)