Agora na França

A NÃO
PERDER 

Festivais, exposições, concertos ou outros eventos… Em France.fr, tal como em toda a França, há sempre alguma coisa acontecendo.

O Que Fazer?

Visite
a França 

Visitar lugares culturais excecionais ou fazer caminhadas nas montanhas. Um passeio a dois pela rota dos vinhos ou um cruzeiro com as crianças… Que viagem gostaria de fazer pela a França desta vez?

Martinica, a verdadeira flor do Caribe

A Martinica, carinhosa e justamente conhecida por Flor do Caribe ( muito antes da novela da Globo), oferece muitas opções para os turistas. As rotas do rum, a gastronomia créole, o zouk, praias paradisíacas e também muitos eventos. Confira abaixo alguns festivais para os próximos meses

Maio – Semana Gastronômica de Santa Maria

A Martinica compartilha como todo o resto da França uma paixão pela gastronomia. E essa emoção fica mais visível na semana de Santa Maria, quando se celebra a tradição e a herança da cozinha martinicana. No centro das atenções um concurso culinário. A cada ano, miutos produtores locais são convidados para se associar a renomados chefs e criar pratos novos com ingredientes locais. Durante toda a semana, jantares, workshops e degustações supreendem e encantam os turistas.

Junho – O centenário de Césaire

Nascido em 26 de julho 1913,em Basse Pointe- Martinique; Aimé Césaire, famoso humanista, deixou uma grande herança cultural expressando os mais singelos e igualmente profundos valores de seu povo.

Em 2013 comemoramos o centenário do escritor e poeta Aimé Césaire. Para celebrar a data, uma série de colóquios e conferências serão organizados no mundo inteiro e na sua terra natal,Martinica.

21 de junho – Festa da Música

Na mais tradicional festa francesa, celebrando o verão, muitos ritmos caribenhos como o reggae (Jamaica) , o calypso (Trinidad) se econtrarão na Martinica para alegria dos turistas. A ilha é onde nasceu o Zouk, gênero musical que surgiu e foi febre nos anos 80 mesclando vários estilos : compas, balakadri, , mazurka, biguine, pop americano e francês, kadans, gwo ka e outros ritmos indígenas. No dia 21 de junho as ruas, restaurantes e hotéis serão tomadas por músicos e bailarinos.

Ir mais
longe