A volta da piscina de Molitor

  • © Gilles Rigoulet

  • © Thomas Jorion

  • © AFP PHOTO/FRANCK FIFE

  • © AFP PHOTO/FRANCK FIFE

A volta da piscina de Molitor paris fr

Presente no filme” As aventuras de Pi “ , foi na mítica piscina parisiense Molitor , que em 1946 surge o biquíni. Inaugurada em 1929, o empreendimento há 25 anos fechado, reabriu suas portas no mês de maio fazendo parte de luxuoso complexo formado por um hotel, um spa e um restaurante.

A ideia é recuperar o ambiente festivo, elegante e jet setter do passado. A cor amarelo-mostarda domina o ambiente, os vitrais e os mosaicos foram todos reformados. Jean-Philippe Nuel, arquiteto de
interiores responsável pelo projeto, buscou o diálogo entre as diferentes épocas do clube. Na entrada, uma Rolls Royce tagueada pelo artista JonOne. O período street art do espaço está presente através de inúmeras fotos.

O cliente irá encontrar duas piscinas, uma externa com 46 metros e a outra, coberta, com 33 metros. As duas serão aquecidas para uma temperatura de 28 graus.

Para nadar nesse espaço, classificado como monumento histórico, é preciso ser cliente do hotel 5 estrelas MGallery ou ser sócio do clube. A gastronomia do Molitor foi idealizada pelo chef Yannick Alleno, que comandava o restaurante três estrelas Michelin do hotel Le Meurice e hoje está no Cheval Blanc, hotel do grupo Louis Vuitton, em Courchevel. O spa é da Clarins.

O terraço oferece uma vista impressionante de Paris, com destaque para a Torre Eiffel, o bois de Boulogne e as quadras principais de Roland Garros.

A ver

Calendário

Ponto de interesse