A região da Baixa-Normandia pede suporte para incluir-se ao Patrimônio Mundial da UNESCO

A região da Baixa-Normandia pede suporte para incluir-se ao Patrimônio Mundial da UNESCO normandie fr

A região da Baixa-Normandia pede suporte para incluir as praias do desembarque da Normandia ao Patrimônio Mundial da UNESCO.

 

Há quase 1 ano do 70º aniversário do desembarque na Normandia, a região da Baixa-Normandia lança um pedido ao público em geral – tanto residentes e franceses, quanto aos visitantes internacionais – para suportar sua candidatura para incluir as praias do desembarque da Normandia, como Patrimônio Mundial da UNESCO via o site: www.liberte-normandie.com

 

Suportar a candidatura significa:

 

  • Reconhecer os valores desse local histórica: liberdade, democracia, paz, reconciliação;
  • Confortar a preservação destes espaços, onde a proteção começou em 1945;
  • Dar um impulso ao território e federar os agentes de turismo histórico;
  • Reforçar a abertura internacional desse espaço histórico

 

As Atrações das praias do Dia-D para visitantes internacionais

 

A popularidade de lugares e museus da Batalha da Normandia é um sinal da reputação internacional das praias do famoso “D-Day” (o dia D). Um total de 5 milhões de visitantes são registrados todos os anos. Figuras chaves:

 

  • Colleville American Cemetery: 1.5 milhões visitantes por ano (estimado)
  • Pointe du Hoc: 950,000 visitantes por ano (estimado)
  • Museu Memorial de Caen: 400,000 visitantes por ano
  • D-Day Museum in Arromanches: mais de 300,000 visitantes por ano
  • La Cambe German Cemetery: 190,000 visitantes por ano (estimado)
  • Airborne Museum in Sainte-Mère-Eglise: mais de 150,000 visitantes por ano
  • Pegasus Bridge: mais de 100,000 visitantes por ano
  • Utah Beach Museum: quase 80,000 visitantes por ano
  • Juno Beach Centre: quase 60,000 visitantes por ano

 

A maioria, senão todos, os visitantes de museus vão visitar as praias durante sua estadia na região. Nos últimos 10 anos o número de visitantes permaneceu estável e começou até mesmo a crescer. O 60º aniversário do “D-Day” (o Dia-D) em 2004, atraiu ainda mais visitantes: 550.000 foram ao Memorial Caen e 400.000 ao Museu do Dia-D, em Arromanches. Quase metade de todos os visitantes vieram de fora.

 

As Praias do Dia-D

 

6 de Junho de 1944, em L’Aube, as tropas aliadas desembarcam nas praias da Normandia entre Saint Martin-de-Varaville no Canal da Mancha e Ouistreham, em Calvados, distantes aproximadamente 100 Km. O Dia-D, corresponde aos códigos “Utah” e “Omaha” para as forças americanas, de “Juno” para os canadenses, de “Gold” e “Sword” para as forças Inglesas. No meio da noite, os paraquedistas americanos e ingleses saltam nos campos de Contin e nas proximidades de L’Orne. Em Bénouville (Calvados), a ponte no Canal de Caen foi o primeiro lugar ‘liberado’ da França no 06/06. Os Aliados a chamaram de “Pegasus Bridge”. 160.000 homens, principalmente britânicos, canadenses e americanos, porém no total de 17 nações, 20.000 veículos, 11.000 aviões e 4.000 navios. A maior armada jamais usada participaram do Dia-D, ou “the decision day”. Sua missão: liberar a Europa das mãos dos nazistas. O desembarque nas praias da Normandia foi o começo da longa batalha que contribuiu para a rendição do 3º Reich, em 8 de maio de 1945. Preparada durante muitos meses, a Operação Overlord foi adiada por um dia por causa do clima no dia 5 de Junho. A batalha da Normandia duraria 100 dias, de 6 de Junho até 12 de Setembro de 1944, que culminou com a liberação de Le Havre.

 

A região da Baixa-Normandia faz um inventário para identificar precisamente os vestígios do desembarque na Normandia:

 

  • As carcaças e outros vestígios ao longa das praias ligados à Operação Neptuno, nome do código dado ao desembarque na Normandia;
  • Os vestígios do muro defensivo;
  • As evoluções da composição das areias locais e de seus contornos litorâneos das praias do D-Day.

 

A área inclui 40 comunidades locais ao longo da costa.

Bom saberO Museu Memorial de Caen para a Paz relata aa história da segunda Guerra Mundial e da Guerra Fria.

 

Related videos

 
 

Sponsored videos

 
 
 
 

A ver