Quatro lugares classificados como Patrimônio da Humanidade pela Unesco

Quatro lugares classificados como Patrimônio da Humanidade pela Unesco

 

function xt_med(p1,p2,p3,p4){return true;}function xt_med(p1,p2,p3,p4){return true;}function xt_med(p1,p2,p3,p4){return true;}

O Mont Saint Michel<?xml:namespace prefix = o />

A história relata que o bispo de Avranches, Aubert, fundou um santuário em 708 no Mont-Tombe, após três aparições do arcanjo São Miguel. Consagrada em 709, a igreja, desde então, nunca deixou de atrair visitantes e peregrinos do mundo inteiro. A arquitetura do Mont-Saint-Michel e sua baía é o lugar turístico mais freqüentado da Normandia e o segundo da França depois de Paris. A abadia tem a particularidade de ter sido erguida sobre uma ilha rochosa. Vocês irão descobrir verdadeiras jóias da arquitetura: Igreja pré-romanica, Abadia dos sec. XI e XV, conventos romanos e góticos. Transformada em prisão durante a Revolução do Segundo Império, a Abadia é hoje uma comunidade monástica com uma presença espiritual permanente.

<?xml:namespace prefix = v />

Batizada « Maravilha do Ocidente », o Mont-Saint-Michel é cercado de uma magnífica baía, teatro de uma das maiores marés da Europa. Um espetáculo grandioso. Patrimônio mundial da Unesco, sua Abadia fora do comum é uma maravilha realizada pelo homem, e sua baía é uma maravilha realizada pela natureza.

 

Le Havre

No século XIX, o Havre se tornou uma grande cidade industrial com um grande porto onde transitam matérias primas tais como: algodão, café, especiarias, madeira exòtica… e também passageiros com o desenvolvimento dos transatlânticos. Considerada pelos historiadores e urbanistas como uma das mais significativas realizações do século XX, a reconstrução do Havre é excepcional. Ela tem o selo « Cidade de Arte e História ». O seu centro foi reconstruído pelo arquiteto Auguste Perret após sua destruição no final da 2a guerra mundial. Vale a pena visitar o « Vulcão de Oscar Niemeyer ». Trata-se de uma casa de espetáculos apelidada de « pote de iogurte » pelos habitantes do Havre. Pode-se citar outros grandes arquitetos: Bellamarto, Thibault, Lamandé, Reichen & Robert sem esquecer claro, Jean Nouvel, Prêmio Pritzker 2008 (é o mais importante prêmio de arquitetura no mundo).

Le Havre é a única cidade do mundo cuja arquitetura moderna é classificada no patrimônio mundial da Unesco. Graças ao arquiteto Perret, « poeta do cimento », visionário, ele soube dar uma nova vida a esta cidade que foi martirizada durante a 2a guerra.

 

A Tapeçaria de Bayeux

Já faz quase mil anos que a tapeçaria de Bayeux, imenso bordado de lã, faz a fama desta pequena cidade do Bessin. Este lugar de arte e história não se resume somente à sua obra prima: salva dos bombardeios de 1944, Bayeux possui um patrimônio arquitetural excepcional e o talento de seus artesões é único. A cidade pode se orgulhar de seus bordados, rendas e porcelanas finas. Capital provisória da França durante o verão de 1944 e forte de um rico passado, Bayeux desperta certa modesta majestade. A Tapeçaria de Bayeux, famoso bordado de lã com linho de 70m de comprimento, relata os preparativos, o início do domínio da Inglaterra por Guilherme, o Conquistador, e a Batalha de Hastings.

Para poder apreciar esta obra prima, os visitantes são convidados, após ver a tapeçaria, a seguir um percurso didático com documentos sobre os segredos de sua fabricação e da construção naval viking etc. E um filme de 15 min. que sintetiza toda a história da tapeçaria.

 

As torres Vauban

Imenso jardim litorâneo, o vale do Saire é um território vivo onde a terra e o mar brincam de esconde-esconde. Em julho de 2008, as torres de Tatihou e de La Hougue, foram inscritos no patrimônio mundial da UNESCO. 

Se você quer realmente se surpreender, conheça este pequeno pedaço de terra com vegetação nativa e um patrimônio cultural preservado. Tatihou recebeu este diferente nome pelos Vikings que povoaram a Normandia. Porto de partida de Guilherme, o Conquistador, Saint-Vaast viu seu nome entrar na história durante a batalha de La Hougue em 1692. A esplêndida pequena ilha, verdadeiro paraíso, se transforma em uma península quando a maré baixa, sempre acessível em um veículo anfíbio.  Adorável e charmosa é também a torre Vauban e suas fortalezas. Muros de granito se fundem harmoniosamente com as cores do litoral, de suas dunas e rochedos. No continente, aqueles que gostam de trilhas podem aproveitar as dezenas de quilômetros que se estende de Saint-Vaast a Brick.

 

Mais informaçõesOfício de Turismo do Monte Saint Michelwww.ot-montsaintmichel.com Ofício de Turismo do Havrewww.lehavreturismo.com.br (website em português)Tapeçaria de Bayeuxwww.tapisserie-bayeux.fr Torres de Vaubanwww.normandie-tourisme.fr/Vauban-Tower