Percorra os passos de Marie-Antoniette

  • Percorra os passos de Marie-Antoniette

    Percorra os passos de Marie-Antoniette

  • Percorra os passos de Marie-Antoniette

    Percorra os passos de Marie-Antoniette

  • Percorra os passos de Marie-Antoniette

    Percorra os passos de Marie-Antoniette

Percorra os passos de Marie-Antoniette France fr
Após visitar a exposição no Grand Palais, é inevitável ter vontade de percorrer os locais que marcaram a trajetória de Marie-Antoinette.
 
O Castelo de Versailles, recentemente restaurado, com o salão dos espelhos decoração rebuscada, jardins impecáveis com suas fontes e estátuas, recebe quase 4 milhões de visitantes, e é o símbolo maior da realeza na França.
 
Parque e Jardins e o Petit Trianon
Marie-Antoinette foi a única rainha que impôs seu gosto pessoal à Versailles, por muitas vezes contrariando o protocolo da corte. Na propriedade que Louis XVI lhe oferece em 1774, ela encontra a paz, a liberdade e a intimidade que lhe faltavam no castelo. No local ela jogava, promovia encontros, concertos, fazia performances teatrais, e exercitava a simplicidade cotidiana. Desde 01 de julho de 2006, após importantes trabalhos de restauração, o Petit Trianon, de estilo neoclássico de três andares, utilizado anteriormente por Louis XV para abrigar Madame du Barry, e posteriormente presenteado por Louis XVI à Marie-Antoinette, foi aberto ao público.
O terceiro andar, onde ficava o quarto da rainha e sua sala de bilhar, continua fechado.
Nos jardins à la française e anglaise, projetados por Le Nôtre no século XVII, o mesmo que realizou o jardim de Vaux Le Vicomte, é possível passear de bicicleta, ou simplesmente caminhar.
 
O Hameau de la Reine, uma vila campesina, com chalés, e animais, também foi aberto à visitação.
A Gruta, O Templo do Amor, local de jantares íntimos, o Teatro da Rainha, construído em madeira e papel machê também podem ser vistos.
 
O trabalho de restauração deve recomeçar. Para tanto, alguns desses locais ficarão fechados alguns meses. Verifique a agenda do site antes de sua partida.
www.chateauversailles.fr
 
Le Grand Trianon
Ainda junto ao Canal fica o Grand Trianon, menos conhecido, o local também merece visita. O Grand Trianon faz parte de uma série de pequenos palácios construídos a pedido de Louis XIV. São mais de 30 aposentos que serviram de morada a nobres da época e posteriormente a Napoleão.
www.chateauversailles.fr
 
Gastronomia
Uma parada para um almoço agradável é a proposta do novo restaurante, com decoração moderna e que fica próximo ao castelo. 

Restaurant Le Saint Julien
6, rue Saint Julien - Versailles - tel: 01.39.50.00.97
Guloseimas - Ladurée
 
A famosa Ladurée famosa por seus macarrons, criou bolos e chocolates com o tema da rainha. Vale ressaltar que todas as guloseimas que aparecem no filme de Sofia Coppola foram feitas pela Maison.
www.laduree.fr
 
Relax
Após percorrer os corredores de Versailles, nada como relaxar no Le Spa du Trianon Palace. Um pequeno reino de 2800m2 dedicado ao bem estar. Situado em pleno coração de Versailles, possui 23 cabines, piscina coberta, sauna, e hammam.

E-mail: spa.trianon@westin.com  http://france.destinations.starwoodhotels.com/spafhome.htm
 
Vaux Le Vicomte
o castelo que serviu de inspiração para a construção de Versailles e provocou a inveja do rei Louis XIV.
No filme de Sofia Coppola o castelo de Vaux-le-Vicomte é cenário para as cenas que representam o castelo austríaco. Na vida real ele foi motivo de ciúmes, inveja e vingança do rei Louis XIV.  Em 17 de agosto de 1661, para agradar o rei, Nicolas Fouquet (1615-1680) oferece um grande baile no castelo. Nesse dia " às 18h00 Fouquet era o verdadeiro rei da França, às 2h00 da manhã não era ninguém", disse Voltaire. O rei deixa o local convencido de que a realeza teria que superar o bom gosto de Vaux-le-Vicomte . Três semanas mais tarde, sob ordem do rei o mosqueteiro D´Artagnan aprisiona Fouquet com ordem de prisão perpétua. 
Jardim das Tulherias
Com a Revolução Francesa, a família real muda-se para Paris em 1790, e o palácio para onde a rainha e Louis XVI ficaram é hoje o Jardim das Tulherias, na frente do Louvre. A construção original foi destruída durante um incêndio, em 1871.  Os jardins atuais são uma réplica exata do que existia antes da Revolução. A restauração foi realizada pelo arquiteto paisagista Louis Benech, um dos mais renomados do país.

 
La Conciergerie
Com arquitetura gótica do século XIV, a Conciergerie impressiona os visitantes. No século XV o primeiro nível da construção foi transformado em prisão e hoje em dia pode-se visitar as células, incluindo aquela onde Marie-Antoinette ficou presa no ano de 1793.  A entrada custa em torno de 6,50 euro. Da Conciergerie Marie-Antoinette foi levada à guilhotina na Place de la Concorde.
www.monum.fr
 
Chapelle Expiatoire e Basilique de Saint-Denis
Marie-Antoinette foi enterrada na Chapelle Expiatoire que fica no 8 arrondissement, e em 1815 foi levada para a Basílica de Saint-Denis onde estão enterrados todos os reis e rainhas da França.
www.monum.fr
www.tourisme.fr/office-de-tourisme/saint-denis.htm
 
L´Opera Garnier de Paris
A Opera Garnier ainda não existia na época de Marie-Antoinette. No entanto, para aqueles que como a rainha apreciam a música clássica, consulte a programação do local que é um dos mais belos edifícios de Paris.
Para quem deseja reviver cenas do filme, os corredores da Opera serviram de cenário para a cena do baile de máscaras do filme de Sofia Coppola.
www.operadeparis.fr
 
Les Arts Décoratifs - Musée Nissim de Camondo
Museu que abriga uma impressionante coleção de móveis, objetos, pinturas, porcelanas, tapeçarias.
Um testemunho refinado dos séculos XVII e XVIII
Tarifa em torno de 6 €
63, rue de Monceau - 8ème - Metrô Villiers
www.lesartsdecoratifs.fr
 
M.A. Sillage de la Reine - O perfume
Francis Kurkdjian que já desenvolveu flagrâncias para Dior e Armani, elaborou em 2005 em colaboração com a Baccarat, o perfume M.A. Sillage de la Reine.  A flagrância contém pinceladas de rosa, íris, jasmim e flor de laranjeira, com toques sutis de cedro entre outros aromas, à venda no Castelo de Versailles.  Com o sucesso do lançamento do primeiro perfume o Castelo de Versailles lançou novas versões.

 
Uma para colecionadores com somente 10 exemplares vendidos a 8.000 euro, e uma edição limitada de 1.000 exemplares a 350 euro. Todos colocados em venda a partir de julho desse ano. A arrecadação das vendas será destinada a restaurações do palácio.
e-mail: jean-francois.quemin@chateauversailles.fr
 
Pingente - Lalique
A Lalique criou um pingente inspirado nos brincos que a rainha porta em um dos quadros do palácio. A peça custa em torno de 95 euro e é encontrada nos Museus Nacionais.
 
 
Para maiores informações sobre a cidade de Paris: www.parisinfo.com
Quem leva: www.nobhill.com.br e www.keithprowse.com.br

Mais informações