Os novos esportes de deslizamento em voga

  • littoral

    littoral

    © © ATOUT FRANCE/DR

  • littoral

    littoral

    © © ATOUT FRANCE/Aquashot

Os novos esportes de deslizamento em voga 75000 Paris fr

O aparecimento e a midiatização, no início dos anos 1990, do movimento freestyle engendraram a criação de novas disciplinas, novos esportes de deslizamento. Da Côte d’Opale às praias do Mediterrâneo, passando pelo litoral do Atlântico, os praticantes de windsurfe de ontem deram lugar aos praticantes de funboard e kitesurf.

  • Do windsurfe ao funboard

A origem da prancha a vela, ou windsurfe, é bastante imprecisa. Vários inventores lhe são atribuídos. Seja qual for, essa nova modalidade aparece nos Estados Unidos em meados dos anos 1960 para conhecer seu verdadeiro impulso alguns anos mais tarde, graças, principalmente, à lenda viva desse esporte, Robby Naish, primeiro campeão do mundo de windsurfe aos treze anos de idade!

Esporte olímpico desde os jogos de Los Angeles em 1984, o windsurfe começa uma revolução profunda a partir dos anos 1990. O material evolui, o movimento freestyle sai do chão, a prática se radicaliza... nasce o funboard (prancha divertida).
Eles contribuíram para a midiatização do funboard na França: Nathalie Lelièvre, cinco vezes campeã mundial; Patrice Belbéoc'h, campeão mundial em onda nos anos 1990; Franck David, primeiro francês campeão olímpico em Barcelona em 1992; o hipermidiático Robert Teriitehau; ou ainda Antoine Albeau, múltiplo campeão da França e mundial de slalom e recordista mundial de velocidade.

  • O kitesurf, um fenômeno!

É a tendência de deslizamento do momento! O kitesurf, ou flysurf, consiste em deslizar sobre uma prancha de surfe reduzida ou derivada das pranchas de wakeboard, tracionada por uma pipa. Esporte náutico inventado nos anos 1960, tornou-se realidade em 1984 graças a dois irmãos, Dominique e Bruno Legaignoux, dois bretões apaixonados pelo deslizamento. Mas foi apenas no início dos anos 2000, uma vez resolvido os problemas de segurança, que o kitesurf invadiu as praias da França e do mundo inteiro.

Verdadeiro fenômeno de moda, essa nova atividade superou seu primo, o funboard, graças, principalmente, aos campeões franceses Jérémie Eloy, Alexandre Caizergues ou, ainda, Sébastien Garat. E as marcas surfam nas ondas desse sucesso.
Existem, também, outros esportes terrestres de tração a pipa, como o mountainboard, o kite buggy ou, ainda, o snowkite.

  • Mas também...

A chegada do freestyle e da radicalização do deslizamento contribuiu para o desenvolvimento de outras disciplinas.
A começar pelo surfe rebocado, o town-in, que consiste em surfar sobre as ondas gigantes, sendo rebocado por um veículo motorizado. Uma técnica utilizada, principalmente, nos esportes de La Torche na Bretanha ou de Guéthary no País Basco... e reservada aos audaciosos!

As ondas dos mares e oceanos da França são, também, a nova área de atuação dos amantes de caiaque de mar, que não hesitam em se lançar dentro da onda. Pode-se citar, também, o bodyboarding, um esporte surgido em meados dos anos 1990, cujo objetivo é o de surfar uma onda deitado sobre uma prancha de espuma e que, hoje, ainda faz sucesso em nossas praias.

A ver

Calendário

Ponto de interesse