Os Incontornáveis

Os Incontornáveis

           MODA, PERFUMES, ACESSÓRIOS

          GASTRONOMIA, VINHOS, ARTE DA MESA           LEMBRE-SE... DO SOUVENIR         

A França é rica em « savoir-faire » para cada uma de suas regiões. Tantos motivos incontornáveis nos reconduzem a estar na França! Você encontrará aqui uma pequena lista de sugestões...

 

MODA, PERFUMES, ACESSÓRIOS  

Lenço Hermès. A echarpe emblemática da marca, encarna a elegância há 70 anos, de seda pura e uma cartela de cores transcende à gerações e à modas. Bolsa Louis Vuitton. Louis Vuitton é uma « maison » parisiense e internacional de artigos em couro de luxo.Um perfume emblemático Chanel N°5. Best-seller mundial em toda a história dos perfumes, o N°5 é sempre posto em cena pelas grandes estrelas do cinema. Foi uma outra personagem, da moda, que criou a frangância: Gabrielle, dita Coco, Chanel. Antes confeccionava chapéus, mas em 1910, Coco Chanel abre sua « maison » de alta costura em Paris, e depois seu perfume em 1921. Um béret (boina). Emblema nacional, parte do imaginário popular que representa o típico cidadão francês. O "béret basque", a boina basca surgiu num cantinho de Béarn, entre as cidades de Lourdes e Pau. As sapatilhas. Surgiu também no País Basco no Século 19, a sapatilha tomada de cores e de formas, inspirando os estilistas. Esta sandália «  tendência » foi reinventada por um fabricante de uma pequena localidade perto de Bayonne: Paregabia

O sabonete de Marseille. Fabricado segundo uma fórmula ancestral que atravessou os séculos. Produto único, natural e autêntico.

O perfume de Grasse. Cidade erguida acima de Cannes e dominando o litoral da Côte d'Azur, reconhecida como a capital mundial dos perfumes. Possibilidade de criar seu próprio perfume nos ateliês locais.www.fragonard.com   www.molinard.com 

 

GASTRONOMIA, VINHOS, ARTE DA MESA

O Macaron Ladurée. Petit gâteau redondo, fofinho por dentro e crocante por fora, o macaron é o produto emblemático da casa. A cada estação do ano a Maison Ladurée comemora a criação de um novo aroma.O canivete Laguiole. Famosa faca que se fecha com uma trava e ornada com um símbolo (a abelha), foi inventada em 1829 num vilarejo de mesmo nome. O vinhoDa região de Bordeaux, terra dos grands crus e dos vinhos os mais prestigiados do mundo.

Da região da Bourgogne, produzido conforme famosas tradições e de « terroirs » de qualidade excepcionais.

Da região da Champagne, o princípio da efervescência por um método dito "champenoise" de fermentação foi elaborado e codificado a partir do Século 18, pelos monges "mestres das adegas" como Dom Pérignon. Em seguida, a notícia das bolhas festivas correu o mundo e as "grandes maisons" de Reims ou d'Epernay ficaram no centro das atenções. Em geral, esses crus não recebem uma data no envasamento pois são necessários alguns anos para obter um vinho de qualidade, então, só a « bouteille millésimée » terá a indicação do ano de sua fabricação...  

Da região de Cognac, que a partir do Século 18 que os vinhos das Charentes são destilados por um método exclusivo (dito por alambique « à repasse ») originando o Cognac. « Terroirs » e tipos de uvas, métodos de envelhecimento e sabores trazem essa reconhecida qualidade. Da porcelana de Limoge. A Royal Limoges é a mais antiga fábrica de porcelana de Limoges, com uma loja concebida para promover a arte da boa mesa.Do dal de Guérande. Forjado pelo sol e pelo mar. Especificidade local, os paludiers, palavra vinda do latim, recolhem da água das marés os cristais da flor de sal: uma verdadeira jóia para uma culinária refinada.Da Vidraria de Bréhat. A empresa está instalada na Île-jardin de Bréhat, uma relíquia paisagística e turística das Côtes d'Armor (na Bretanha). Insular, isolada mas muito criativa e dinâmica, esta vidraria retoma seu fôlego há alguns anos e produz objetos decorativos em série limitada ou em peças únicas, versão « luxo ». Do Cristal de Baccarat. Berço da célebre marca do mesmo nome, desde 1764. Uma visita que nos convida a « tintilar » o belo objeto!Da Cutelaria de Thiers. Cinco séculos de tradição moldaram a alma desta aldeia de Auvergne (ao sul de Clermont-Ferrand), a capital dos produtores de facas e outras ferramentas da cutelaria e do ferro forjado. A cidade onde a memória industrial está intacta, reúne uma dúzia de cuteleiros artesãos que transformam um utensílio comum em um objeto raro...

 

Lembre-se... do souvenir

Uma lembrança representa muita mais que um simples chaveiro, principalmente quando se trata de Paris. Encontre um souvenir a altura! E lembre-se: I Was In – “Eu estive”!