O selo do turismo para pessoas com necessidades especiais

  • © Atout France / Michel Angot

O selo do turismo para pessoas com necessidades especiais

 

O selo do turismo para pessoas com necessidades especiais permite dar às pessoas deficientes uma informação confiável, coerente e objetiva sobre a acessibilidade dos locais turísticos e instalações, para os quatro principais tipos de deficiência (motora, visual, auditiva e mental). O selo também destaca os esforços dos profissionais de turismo que estão comprometidos a dar boas-vindas a clientes específicos, e proporciona-lhes uma vantagem competitiva, tanto a nível nacional quanto e Europeu.

 

O selo, para quem?

É para todos os profissionais de turismo e prestadores de serviços (alojamento, restaurantes, atrações e locais de lazer) que desejarem receber clientes com deficiência.

 

O selo, como?

O pedido de certificação é voluntário.

 

Cada profissional interessado recebe um questionário de auto-avaliação que lhe permite avaliar o estado dos equipamento de acessibilidade e hospitalidade, para diferentes tipos de deficiência.

 

Se a auto-avaliação for positiva, o profissional pode participar e recebe a visita de avaliadores responsáveis por identificar, por meio de especificações e avaliação específica, a estrutura, as instalações já concluídas ou a empreender.

 

O diagnóstico é estabelecido, a autoridade regional examinará o relatório dos avaliadores, tendo em conta tanto os regulamentos, mas também uma abordagem humana e bom senso.

 

O Selo é concedido pela Associação de Turismo e Handicap por um período de cinco anos, renovável após a verificação da manutenção dos vários critérios. Ele pode ser concedido para duas, três ou quatro deficiência (motora, visual, auditiva, mental) cada um com um símbolo representativo.