O Renascimento

  • O Renascimento

    O Renascimento

O Renascimento France fr

No fim do século XV e no século XVI o Renascimento floresce após as perturbações da Idade Média. Esse período será marcado por artistas vindos da Itália, autores das obras de arte do estilo renascentista francês.

O que acontece, então, na França, durante esses dois séculos? Vitória sobre a Inglaterra, reino unificado, já estamos longe das misérias e da fome causadas pela Guerra dos Cem Anos. O reino prospera. A demografia e a atividade econômica se desenvolvem. Carlos VIII parte para a guerra na Itália, à conquista de Milão e de Nápoles. Luis XII e Francisco I continuam as batalhas nas terras italianas. A vitória de Marignan em 1515 marca essas conquistas, e o rei fica maravilhado com as belezas artísticas da Itália. Ele traz à França - a Fontainebleau, ao palácio do Louvre e às margens do Loire - os maiores artistas, entre eles Leonardo da Vinci. Castelos são construídos, como em Chambord e Azay-le-Rideau.

Logo Francisco I entra em conflito com Charles-Quint, poderoso imperador do Santo-Império, e também com os ingleses. Na segunda metade do século XVI, a heresia luterana semeia a discórdia na Igreja. O rei é católico e reprime os Protestantes sem piedade. Seu filho, Henrique II, continuará a repressão contra os Calvinistas com o massacre sangrento da noite de São Bartolomeu, em 1572. O duque de Guise é assassinado em 1588, e o rei Henrique III em 1589. Será preciso a consagração do rei protestante Henrique IV para acalmar as guerras de religião. “Paris bem vale uma missa!”

Mais informações