Jardins gloriosos: onde visitar na França nesta primavera

  • Jardins do Vale do Loire

    Jardins do Vale do Loire

Jardins gloriosos: onde visitar na França nesta primavera

Côte d’Azur

A brilhante jóia mediterrânica na coroa francesa está celebrando o seu primeiro festival dedicado aos jardins, que vai até 1 de Maio de 2017. Em associação com o projeco europeu JARDIVAL, cinco dos pontos fortes da Riviera Francesa estão destacando os espaços verdes existentes e também criaram um jardim pop-up principal para ser apreciado pelos 400.000 visitantes.

Competindo uns contra os outros, os jardins foram projetados com um tema sensorial e três prêmios serão concedidos antes do fim do mês. Visite a Promenade du Paillon em Nice; a Villa Rothschild em Cannes; o Pinède Gould em Juan-les-Pins ao lado de Antibes; a Esplanade Honoré Cresp em Grasse e o Jardin Biovès em Menton.

O festival vê conferências e exposições acontecendo ao longo da costa, além de visitas a lugares normalmente privados e inúmeras visitas guiadas. Não incluindo os parques urbanos, a Côte d'Azur possui mais de 80 jardins notáveis por sua botânica, história ou localização - muitos oferecem vistas deslumbrantes sobre o mar ou as montanhas, e 14 deles também são rotulados de "Jardins Remarquables" (Jardins Notáveis) testemunhando a sua qualidade.

#FeelCotedAzur

 

Vale do Loire

É sinônimo de castelos majestosos - mas os jardins também chamam atenção na paisagem deste vale classificado pela UNESCO. As margens do Loire hospedam uma temporada de festividades até Novembro de 2017. Faça a sua escolha de jardins de estilo francês, parques inglês, hortas com legumes ou rosas antigas, vinhas e florestas.

Os jardins são muitas vezes a característica principal de um castelo, como é o caso do Castelo de Villandry, o Castelo de Chaumont-sur-Loire (que hospeda o famoso e anual Festival Internacional de Jardim) ou o encantador Castelo de Rivau.

Entre os destaques do Vale do Loire, os novos jardins franceses no Castelo de Chambord, uma reprodução do antigo local desenhado no tempo de Luís XIV. 6,5 hectares com 600 árvores, 800 arbustos, 200 roseiras, 15.250 plantas e quase 19.000 m² de gramados existiram nesta área mais de dois séculos antes de desaparecer gradualmente, no período de entreguerras. O projeto de revitalização começou em Agosto de 2016.

#FeelLoireValley