As inquietantes gárgulas da Notre-Dame de Paris

  • Gárgulas da Notre-Dame de Paris

    © 30 Jours à Paris

    Gárgulas da Notre-Dame de Paris

    © 30 Jours à Paris

  • Gárgulas da Notre-Dame de Paris

    © 30 Jours à Paris

    Gárgulas da Notre-Dame de Paris

    © 30 Jours à Paris

  • Gárgulas da Notre-Dame de Paris

    © 30 Jours à Paris

    Gárgulas da Notre-Dame de Paris

    © 30 Jours à Paris

As inquietantes gárgulas da Notre-Dame de Paris Paris fr

Gosto tanto da vista a partir do topo da mais antiga catedral francesa, mas hoje o tema é ainda mais específico e curioso. Há muitas lendas envolvendo as inquietantes esculturas de monstros e demônios dispostas no topo da Catedral, as gárgulas da Notre-Dame, que povoaram o romance de Victor Hugo, "O Corcunda de Notre-Dame", e foram imortalizadas na adaptação da Disney. E o interesse certamente aumenta depois de vê-las tão de perto!

Para cada escultura em estilo gótico existe um significado oculto ou esotérico - e com as gárgulas não é diferente. Instaladas ao lado dos telhados das catedrais e, portanto, na parte exterior, elas têm a missão simbólica de lembrar que o Bem está dentro da igreja e seu aspecto aterrorizante tem o objetivo de manter o Mal e os inimigos de Deus afastados daquele ambiente puro. As gárgulas são uma espécie de "guardiões do templo" para lembrar aos fiéis de que nada poderia ameaçá-los lá dentro e que o Mal seria vigorosamente mantido fora.

Seu papel técnico, no entanto, não tem nada de sobrenatural: captar a água da chuva e descartá-la a uma boa distância das paredes. No início, a quantidade de água que passava através de cada uma delas era pequena, mas aos poucos a técnica vai evoluindo e os escultores dão esse aspecto de animais ou personagens fantásticos, ao que se interpreta que as gárgulas tinham um papel de purificação associado ao Bem, pois ingeriam água suja para mantê-la longe das paredes da igreja.

Recomendo super esse passeio, não só pelas gárgulas, mas pela vista de Paris - a mais bonita na minha opinião! Para mais informações sobre valores, horários e localização clique aqui.

 

Este texto foi retirado do blog 30 Jours à Paris. Para mais informações, acesse o site.

Mais informações

A ver

Ponto de interesse