Castelos e Mansões

  • Castelos e Mansões

    Castelos e Mansões

Castelos e Mansões Lorraine fr

O castelo é a expressão do poder. Ele faz parte da paisagem francesa. O vilarejo ou a cidade foram construídos em torno dele, cercando-o de um verdadeiro espaço urbano.

Desde a época medieval, o castelo fortificado garante a proteção. Suas muralhas se inscrevem em um ambiente estratégico que logo se estende à cidade.

No Renascimento o castelo-palácio torna-se propriedade privada do senhor, que chama os melhores artistas para decorá-lo. Ele se torna o exemplo de uma arquitetura civil concluída. As residências reais e principais implantam-se principalmente ao longo do « doce Loire », em um clima temperado. Duquesas e princesas favoritas ocupam-se da decoração do jardim. Verdadeiras maravilhas surgiram, como em Chenonceaux, Blois, Chambord, Azay-le-Rideau. As fortalezas tornam-se amáveis, como em Angers.

As mansões privadas, menos ricas, são ainda assim fortalezas, como em Châteauneuf-en-Auxois (21), enquanto numerosas mansões de príncipes ou nobres são construídas nos séculos XVII-XVIII sob a influência de Versailles ou de Vaux-le-Vicomte, ou então acrescidas de ornamentos arquiteturais, como em Talcy (45) ou em Bussy-Rabutin (21). As mansões nobres e agradáveis para viver são o apanágio da pequena nobreza, como em Nohant (18).

Numerosos são os castelos do século XIX que se voltaram para os estilos do passado, com menos graça, porém mais conforto. Jardins e florestas seguirão a evolução da propriedade, cuja superfície diminui através dos séculos.




Mais informações