Castelo de Azay-le-Rideau

Castelo de Azay-le-Rideau Azay-le-Rideau fr

Ao se referir ao Castelo de Azay-le-Rideau, Balzac costumava dizer: “Ele é um diamante encravado no Indre”. Construído em uma ilha, no meio do Indre, ele mostra todo o refinamento e a elegância da primeira Renascença francesa e de suas influências italianas.

 

A elegância de uma residência da Renascença

Construído durante o reinado de Francisco I por Gilles Berthelot, tesoureiro do rei, o Castelo de Azay-le-Rideau é cercado por um amplo parque de estilo inglês.

Na parte de dentro, a grande escadaria é ornada por esculturas e flores. As salas, decoradas com tapeçarias dos séculos XVI e XVII, são lindamente mobiliadas.

No grande salão, a chaminé monumental é decorada com uma salamandra, brasão de Francisco I.

Uma viagem pelos séculos no Castelo de Azay-le-Rideau

Restaurado da cabeça aos pés, o Castelo de Azay-le-Rideau reabriu as portas em junho de 2017, após três anos de obras. Assim, fachadas, telhados e interiores resgataram o que tinham de melhor.

Os ambientes originais, fielmente reconstituídos, permitem descobrir o conhecimento e os materiais utilizados ao longo do tempo.

Depois da reforma, o salão Biencourt, o salão de bilhar, ou ainda a cozinha, resgataram a atmosfera fantástica do século XIX. Caso queira voltar aos séculos anteriores, como o século XVI, visite o quarto de Philippe Lesbahy, esposa de Gilles Berthelot. Nas paredes, encontram-se as esteiras de palha, típicas da Renascença.

 

Um parque e um jardim às margens da água

O parque paisagístico e as grandes árvores do Castelo de Azay-le-Rideau convidam a um passeio romântico.

Passeie também pelo Jardim dos Segredos, onde plantas e arbustos foram plantados e são os favoritos das borboletas. Uma agradável descoberta com aromas e cores! 

 

A ver