Arte urbana: Invader

  • © 30 Jours à Paris

    © 30 Jours à Paris

Arte urbana: Invader

Já reparou nos inúmeros mosaicos em forma de personagens clássicos do vídeo-game espalhados pelas paredes de Paris? Com mais de 1.000 figuras em 8-bit criadas com azulejos, hoje em dia é fácil encontrar o trabalho de um dos maiores artistas urbanos da atualidade, o Invader.

O artista que não revela sua identidade já carimbou as paredes de mais de 30 países, incluindo o Brasil. Um de seus personagens inspirados no jogo "Space Invaders" pode ser encontrado no Beco do Batman, na Vila Madalena, em São Paulo, mas é em Paris que Invader mais atua e expõe sua arte, auto-intitulada como "invasão".

O projeto Space Invader procura "libertar a arte dos seus alienadores habituais, que podem ser museus ou instituições, mas também busca libertar os Space Invaders dos jogos de vídeo-game e trazê-los para o nosso mundo físico", explica o artista. Tudo começou quando ele experimentou materializar a pixelização usando azulejos. A ideia era implantar suas criaturas nas paredes de Paris e, na sequência, em cidades ao redor do mundo, tornando cada uma dessas peças únicas fragmentos de uma instalação monumental.

Se sua inspiração inicial foram as criaturas do jogo de video-game, rapidamente Invader expandiu seu universo e criatividade, criando mosaicos de personalidades como Picasso, personagens de desenhos, como o Patolino e a Pantera Cor-de-Rosa, e até mesmo de outras obras de arte, como a Mona Lisa.

Sua "estratégia de invasão" consiste em explorar áreas urbanas densamente povoadas e invadi-las com sua arte, que ele mesmo define como um mix de streetart, arte contemporânea e - porquê não - um jogo. Normalmente, 20 a 50 peças são instaladas por cidade, mas isso pode variar muito. Algumas cidades estão mais no radar de Invader e de tempos em tempos provoca novas ondas de invasão, aumentando, assim, sua pontuação por conquistar novos territórios.

Além dos monumentos clássicos, agora você tem mais uma razão para olhar pra cima quando estiver caminhando pelas ruas de Paris! Invader não pára e toda vez que volto à cidade vejo novas intervenções - todas sempre criativas, coloridas e divertidas. The game is not over!

Bisous :)

Carol

 

Este texto foi retirado do blog 30 Jours à Paris. Para mais informações, acesse o site.

Mais informações