Warhol Ilimitado em Paris

De 02 outubro 2015 a 07 fevereiro 2016
  • Sombras, 1978-79, Dia Art Foundation, Foto Bill Jacobson

    Sombras, 1978-79, Dia Art Foundation, Foto Bill Jacobson

    © The Andy Warhol Foundation for the Visual Arts, Inc. © ADAGP, Paris 2015

  • Sombras, 1978-79, Dia Art Foundation, Foto Bill Jacobson

    Sombras, 1978-79, Dia Art Foundation, Foto Bill Jacobson

    © The Andy Warhol Foundation for the Visual Arts, Inc. © ADAGP, Paris 2015

  • Sombras, 1978-79, Dia Art Foundation, Foto Bill Jacobson

    Sombras, 1978-79, Dia Art Foundation, Foto Bill Jacobson

    © The Andy Warhol Foundation for the Visual Arts, Inc. © ADAGP, Paris 2015

Warhol Ilimitado em Paris 11 Avenue du Président Wilson 750016 Paris fr

Na ocasião da estréia Européia das Sombras (1978 a 1979) em sua totalidade, o Museu de Arte Morderna da Cidade de Paris dediba uma especial exposição a Andy Warhol (1928-1987).

Com cerca de 200 obras, destaca a dimensão de série da obra de Warhol, aspecto inevitável de seu trabalho, e sua habilidade de repensar os princípios da exibição.

As Sombras

Conservado no Dia Art Foundation, As Sombras, conjunto incrível de 102 pinturas serigrafadas de 17 cores diferentes são espalhadas em um comprimento de 130 metros. Elas lembram magistralmente a habilidade de Warhol de misturar as convenções de arte, desde o design até a obrra.

Questinado sobre se era arte, Warhol disse não: "... elas passaram o disco durante a abertura. Eu acho que isso a torna um disco decorador." A arte de Warhol é apresentada como um desafio que a a exposição do Museu de Arte Moderna da Cidade de Paris extende a diversas séries como Electric Charis (1964-1971),  the Jackies (1964), the Flowers (1964- 1965), the Maos (1972-1973).

A maneira muitas vezes controversa na qual o artista fez seu próprio trabalho um centro para todas as questões que legitimam essa exibição. Inclui a constante preoucopação do artista em investir no tempo e espaço para reformular nossa percepção. 

O visitante é convidado a ficar sobrecarregado pelo acúmulo de obras de Andy Warhol, os auto retratos (1966-1967, 1981) com Brillo Boxes (1964), retratos filmados (the Screen Tests, 1964-1966) a Papel de parede de vacas, (1966), flores de Maos, cinema experimental (o famoso filme Empire eight, 1964) em Nuvens Prata (1966), sem mencionar o ambiente espetacular concertos de Velvet Undergound (the 'Exploding Plastic Inevitable, 1966).

Tanto elogiado como criticado, o artista sempre tem a capacidade de desorientar as expectativas dos visitantes e apesar da cobertura excessiva da mídia que ele quase sempre foi exposto.

Além da imagem superficial de "Rei do Pop" Warhol continuou a reinventar a o espectador em relação à obra de arte.

Repleto de quadros atribuídos a ele, Andy Warhol se destaca como o artista do excesso.

Quaisquer que sejam as formas explorada sua relação com a obra tende a favor da abolição dos limites.

Endereço

Museu de Arte Moderna da Cidade de Paris
Avenida do Président Wilson, 11
 Paris - 75116

Tarifas

  • Tarifa completa : 12 €
  • Tarifa reduzida : 9 €

A ver

Calendário

Ponto de interesse