O desfile de Deauville: “Fiers à cheval”

Published on 24 novembro 2015
  • © JJPauget

O desfile de Deauville: “Fiers à cheval” Deauville fr

Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2015.

O grande Festival de Deauville é chamado “Fiers à cheval”

Todo ano, na véspera de Ano Novo, milhares de pessoas agasalhadas com roupas quentes se reúnem nas calçadas de Deauville para ver o desfile de personagens de arte de rua.

Esse ano, um bando de cavalos gigantes esculpidos em majestosas cortinas, mantidos em movimento por alguns fantoches, irá convidar o público a galopar em um mundo imaginário.

Os “Fiers à cheval”, cavalos com cerca de 4 metros de altura, irão escorregar de um universo para o outro, cercados por uma fumaça leve, sons de cavalos, luzes noturnas, e irão concluir sua jornada no mundo sinfônico de lendas na Esplanada em frente ao Porto Morny.

O desfile promete ser uma exibição espetacular, desde cavalgadas até fantásticos passeios, uma série de histórias, cenas, emoções, em um cenário brilhante de Natal.

O desfile é um evento concedido e organizado pela “Compagnie des Quidams”. A ideia para o desfile nasceu em Deauville durante a visita anterior da empresa à Deauville em 2012. Esse será o 7° desfile de arte de rua. Todo ano, a cidade recepciona algumas empresas apresentando suas criações artísticas mundiais.

Informações Práticas
Praça Yves Saint Laurent, 5:30 PM
Andando até a Esplanada do Porto Morny até o fim. (6h PM)

A “COMPAGNIE DES QUIDAMS”
Criada em 1994 pela empresa do diretor artístico Jean‐Baptiste Duperray, a “Compagnie des Quidams” tem realizado mais de uma dúzia de eventos, realizados em mais de quarenta paísises, da Europa até a Austrália, da Ásia até a América do Sul. Reúnice cerca de vinte artistas e engenheiros de diferentes origens (teatro, dança, música, circo,...) A “Compagnie des Quidams” é baseada em Etrez, uma vila localizada no norte do departamento de Ain. Juntamente com a sua divulgação, a empresa está desenvolvenedo alguns projetos de sensibilização sobre as artes de rua (ensaios públicos, estágios, workshops artísticos,...)