Museus gratuitos em Paris

Published on 19 outubro 2012
  • Monmartre

    Monmartre

    © © ATOUT FRANCE/PHOVOIR

Museus gratuitos em Paris

Arte gratuita em Paris

Sabia que há vários museus gratuitos em Paris? Temos uma pequena lista para você! Agora é só escolher!

Museu Cognacq-Jay

 Ernest Cognacq e Marie-Louise Jay fizeram a sua fortuna segundo as boas maneiras do século XX. O casal costumava vender produtos de grande consumo nas lojas La Samaritaine, porém, no que dizia respeito aos gostos individuais de cada um deles, o casal preferia as peças únicas e feitas sob medida. Com propriedade, pode-se dizer que o bom gosto do casal poderia ser tudo menos antiquado. No período entre 1900 e 1925 o casal conseguiu reunir tudo o que tinham como coleção individual de pinturas do Século XVIII, considerada o mais belo conjunto de arte já visto na época. Um verdadeiro museu particular! O casal resolveu fazer uma doação à cidade de Paris e hoje a coleção leva o nome de Coleção Cognacq-Jay's e está muito bem abrigada no 4ª piso do restaurado e tradicional Hotel Donon.
Esa visita não faz parte do circuito turístico convencional, mas certamente valerá a pena!

Casa Victor Hugo 

A casa onde Victor Hugo viveu é hoje um museu especial. Os visitantes tem a oportunidade de conhecer mais sobre a vida, a obra e o espaço de criação deste grande nome. O escritor viveu ali entre 1832 e 1848, e ao entrar diretamente sentimos a pulsão criativa no ar. Estão em exibição as primeiras edições do artista, das quais fazem parte quase 500 desenhos e, ainda, a mobília feita pelo próprio Victor Hugo.

Museu Edith Piaf  

Situado no antigo apartamento onde Piaf viveu até os 18 anos, quando começou a cantar nas ruas de Ménilmontant, este pequeno museu apresenta dois quartos pintados de vermelho onde estão expostos quadros, cartas e outros objetos da cantora.
Endereço: 5, Rua do Crespin du Gast, Paris.

Museu da Prefeitura da Polícia 

Visitar o Museu da Polícia é uma verdadeira aventura. O espaço fica situado numa esquadra e para entrar é preciso passar pela polícia, subir os degraus e no lobby procurar pela recepção, que indicará por qual caminho seguir dali em diante.
Endereço: Rua de la Montagne Sainte-Geneviève, nº4, Quartier Latin

Museu da Vida Romântica 

Que outra cidade senão Paris para ter um museu dedicado à vida romântica?
Quando o pintor alemão Ary Scheffer se instalou, em julho de 1830, numa propriedade do bairro La Nouvelle, nunca imaginaria que este local assistiria a uma explosão de construção originada pela especulação imobiliária, que levou a inúmeras construções de casas neoclássicas e ateliês.
Esta zona tornou-se um reduto de compositores, escritores e artistas de várias áreas. Aurore Dupin, Chopin e Baronne Dudevant (George Sand) foram alguns dos ilustres convidados para as tertúlias realizadas no Hotel Scheffer.
As exposições permanentes são gratuitas e as temporárias, pagas.
Endereço: Hotel Scheffer-Renan, nº16 rua Chaptal, 9e, Pigalle

Museu Valentim Haüy 

Este museu, fundado em 1886, por Edgard Guilbeau, pertence à Associação Valentin Haüy, a primeira escola para cegos a abrir as portas em Paris, no ano de 1784. O espaço abre de terça a quinta-feira, das 14h30 às 17h e fecha nos demais dias da semana e nos feriados nacionais. As visitas em grupo fora destas datas deve ser solicitada com antecedência mínima de duas semanas. Endereço: 5 rua Duroc, 7e, Paris