As exposições imperdíveis em Paris – Outono-Inverno 2015/2016

Published on 15 setembro 2015
  • Andy Warhol_Shadows_1978-79, Dia Art Foundation

    Andy Warhol_Shadows_1978-79, Dia Art Foundation

    © The Andu Warhol Foundation for the Visual Arts, Inc. Phot Bill Jacobson

As exposições imperdíveis em Paris – Outono-Inverno 2015/2016 paris fr

A cada ano, numerosas exposições são organizadas na capital francesa. Museus e monumentos colocam sob os holofotes artistas, obras, movimentos artísticos e personagens, através de exposições temporárias excepcionais.
Segue uma seleção das exposições que você não pode perder neste outono-inverno em Paris...

 

No Museu nacional Picasso-Paris 

De 20 de outubro 2015 ao 31 de janeiro 201 :  “¡ Picasso !”

No coração da Paris histórica, no bairro do Marais, o Hotel Salé recebe o Museu Nacional Picasso-Paris, completamente reestruturado e ampliado, em sua exuberante arquitetura do século XVII.
O museu celebra seu 30o aniversário com a exposição ¡ Picasso !, que elucida o processo criativo do artista e permite um estudo de Picasso enquanto figura pública, além de desvendar as ligações íntimas do artista com os seus próximos.

www.museepicassoparis.fr

NoMuseu de Arte Moderna de Paris

Do dia 2 de outubro 2015 ao dia 7 de fevereiro de 2016 : “Warhol Unlimited”

Na ocasião da primeira apresentação na Europa dos Shadows (1978-79) em sua totalidade, o Museu de Arte Moderna de Paris consagra uma exposição excepcional a Andy Warhol (1928-1987).
Com mais de 200 obras, a exposição destaca o caráter serial da obra de Warhol, aspecto central de seu trabalho, e a capacidade do artista de repensar os princípios da exposição.

www.mam.paris.fr/en/expositions/exposition-warhol

NaFilarmônica de Paris

Do dia 13 de outubrode 2015 ao dia 31 de janeiro de 2016: “Marc Chagall, o triumfo da música”

A exposição oferece um panorama da arte do retrato na pintura florentina do século XVI, através de seus temas e mutações estilísticas. Obras-primas de artistas italianos do Século de Ouro como Bronzino, Salviati, PontormoeAllori, serão exibidas graças a uma parceria especial com os museus de Florença.

www.philharmoniedeparis.fr/fr/musee-expositions/expositions

 

No Musée de l’Armée – Hôtel des Invalides

Do dia 7 de outubro de 2015 ao dia 24 de janeiro de2016 :“Cavaleiros e canhões: de Azincourt à Maringnan1415-1515”

A exposição mostra como o aparecimento da artilharia nos campos de batalha revolucionou a organização das sociedades europeias. Além disso, permite entender o importante impacto destas mudanças estratégicas e descobrir personagens centrais da história francesa, como François 1o e Joana d’Arc.

www.musee-armee.fr

 

No Instituto do Mundo Árabe

Do dia 8 de setembro de 2015 ao dia 31 de janeiro de 2016 : “Osíris, mistérios submersos do Egito”

O Institut du Monde Araberecebe a notável exposição “Osiris, mistérios submersos do Egito”, que desvenda 250 objetos que resultam de 7 anos de buscas submarinas comandadas pelo arqueólogo Franck Goddio, além de cerca de 40 obras provenientes de museus de Cairo e Alexandria, sendo que algumas estão saindo do Egito pela primeira vez. Estas descobertas de importância histórica fora do comum permitem a retomada de um dos mitos fundadores da civilização egípcia: “Os mistérios de Osíris”

www.imarabe.org/exposition/osiris-mysteres-engloutis-d-egypte

No Museu do Louvre

Até o dia 9 de novembro de 2015 : “A Vitória de Samotrácia, redescobrindo uma obra-prima”

A silhueta espetacular da Victoire de Samothrace,uma das obras mais célebres do museu do Louvre, é colocada novamente em exposição desde julho de 2014, após quase um ano de restauração. A exposição revisita o lugar de origem do monumento, a ilha grega de Samotrácia, e busca explicar, através das sucessivas expedições arqueológicas de 1863 aos dias de hoje, a gênese desta obra prima da Antiguidade.

 

http://www.louvre.fr/expositions/la-victoire-de-samothraceredecouvrir-un-chef-d-oeuvre

NoMuseu de Orsaye noMuseu de l’Orangerie 

Do dia 14 de outubro de 2015 ao dia 25 de janeiro de 2016: “Quem tem medo das mulheres fotógrafas?” 

Baseando-se em novas pesquisas e nas numerosas histórias da fotografia que, depois de cerca de quarenta anos, reavaliam a extraordinária contribuição das mulheres para o desenvolvimento deste meio, a exposição e a publicação que a acompanha são as primeiras deste gênero na França. O fenômeno é abordado através dessas manifestações tanto na Europa – essencialmente na França, Grã-Bretanha e Alemanha – quanto nos Estados Unidos, desde a invenção oficial da fotografia em 1839 até o ano 1945.

www.musee-orangerie.fr/homes/home_id25242_u1l2.htm

 

Calendário

Ponto de interesse