Descoberta temática: a França dos Castelos

Published on 15 setembro 2015
  • Chateau Haut Koenigsbourg

    Chateau Haut Koenigsbourg

    © Serge Lohner

  • Versailles

    Versailles

    © Christian-Milet-0660

Descoberta temática: a França dos Castelos

Apreciadores da história e do patrimônio: a França é uma destinação se oferece a vocês. Ao longo dos séculos reis da França e personagens eminente fizeram emergir castelos que são hoje testemunhas de uma época e de uma arte de viver.

Dentre os numerosos endereços abertos ao público, aqui vão algumas ideias de visitas a castelos durante a sua estadia na França.

A vida dos Castelos nos arredores de Paris

 No oeste parisiense, o Palácio de Versalhes representa uma das mais belas realizações da arte francesa no século XVII. O pavilhão de caça de Louis XIII foi transformado e aumentado por seu filho, Louis XIV, que instalou nessas premissas a Corte e o governo da França em 1682. 

 O jardim, concebido por Le Nôtre, incarna o modelo típico do “jardim francês”, com seus bosques e seus pontos de vista, nos quais a perspectiva parece se estender ao infinito. 

 No parque, podemos também visitar o Grand Trianon, construído em 1670, e o Petit Trianon com seu parque, um presente de Louis XVI oferecido em 1774 à Maria Antonieta, a única rainha que conseguiu impor suas preferências pessoais em Versalhes. 

 

O Château de Thoiry, mais à oeste, é uma boa pedida para uma excursão em família. Trata-se de um monumento de arquitetura esotérica do Renascimento no qual, durante os solstícios, o sol nasce e se põe sob o eixo central. É possível admirar os móveis valiosos, a tapeçaria, os retratos de família dos condes da Panouse e os arquivos históricos.
A visita se completa com o jardim zoológico de Thoiry: uma oportunidade única de dirigir na “reserva africana” e observar animais livres em um passeio pelo zoológico. Protegidos por um túnel de vidro, os visitantes podem caminhar bem perto de leões e tigres!

www.chateauversailles.fr

www.thoiry.net/fr

Descobrindo os Castelos do Loire

Dentre os inscritos na lista do patrimônio mundial da UNESCO, o Vale do Loire é um dos mais excepcionais, graças à presença de seus famosos castelos.

Em nenhuma outra parte do mundo podemos encontrar uma densidade tão grande de castelos. A região conta com mais de uma centena de castelos e, entre eles, 21 dos mais impressionantes fazem parte da rede dos Grandes Locais do Vale do Loire. Dentre os mais famosos, podemos citar o DomaineNational de Chambord, o mais
vasto, ou o Château de Chenonceau e seus arcos, o Chateau Royal d’Amboise, onde está enterrado o gênio Leonardo da Vinci, o Château Royal de Blois, ou ainda o Château d’Azay-le-Rideau e seu “espelho d’água”.

Cada endereço conta com a suas particularidades e seus atrativos. De uma visita animada no Château de Cheverny – modele do famoso Château de Moulinsart nas Aventuras de Tintin – ao ambiente bucólico do Domaine de Chaumont-sur-Loire, passando pelo Château du ClosLucé, última residência de Leonardo da Vinci em Amboise... Cada um pode descobrir os Castelos do Loire da própria maneira.

Descobrir e admirar as 21 atrações do Vale do Loire http://castelosdoloire.com.br/pt-br/

 

O Castelo doHaut-Koenigsbourg, obra-prima da arquitetura medieval

NaAlsácia, no leste da França

 Há quase 900 anos, a silhueta do castelo do Haut-Koenigsbourg se destaca nos campos da Alsácia. A fortaleza imponente, situada no coração da floresta de Vosges, se debruça sobre a rota dos vinhos que se encontra a seus pés.

 Ao passar pela porta principal do Castelo do Haut Koenigsbourg, penetramos diretamente no universo medieval e podemos admirar torres, adarve, uma ponte-levadiça, e outras estruturas medievais.

 O jardim medieval permite compreender a prática do jardim do século XV: plantações “quadradas”, horta de legumes, jardim de ervas medicinais, etc. 

 Restaurado no começo do século XX, o Castelo do Haut-Koenigsbourg oferece um retrato excepcional de um castelo do século XV

 www.haut-koenigsbourg.fr/en/

 

Os castelos restaurados pelo arquiteto Viollet-le-Duc

EugèneViollet-le-Duc é um arquiteto francês que se tornou famoso por “salvar” diversos locais medievais do desmantelamento no século XIX. Suas restaurações são peculiares pois são o reflexo de sua interpretação própria da arquitetura da Idade Média e do Renascimento.

O Castelo de Pierrefonds, no norte de Paris

O castelo de Pierrefonds é um castelo-forte imponente, situado a 100 quilômetros ao  norte de Paris. Ele detém a maioria das características das obras defensivas da Idade Média. Foi salvo por Viollet-le-Duc, que também realizou importantes trabalhos de decoração, aos moldes dos apartamentos imperiais, e de criação de móveis.

 

A cidade medieval de Carcassonne, no sul da França

A Cité medieval de Carcassonne (séculos III – XIV) é um dos maiores locais medievais na Europa, e está inscrito no patrimônio mundial da UNESCO. Construído nas ruínas de uma fortaleza romana, tornou-se célebre durante as Cruzadas, quando a cidade serviu de sede dos Cátaros.

Importante forte durante séculos, foi progressivamente abandonada até que no século XVIII não passava de um bairro pobre da cidade de Carcassonne, enriquecida pelo comércio de vinhos e fabricação têxtil. Foi salva graças à Viollet-le-Duc no final do século XIX.

Hoje, por trás dos muros compostos de um duplo anel de baluartes e 52 torres, se encontra o castelo, dominando a região que o rodeia. A cidade velha oferece aos visitantes uma rede complexa de ruas estreitas com comércios, cafés, restaurantes e hotéis.

www.pierrefonds.monuments-nationaux.fr/en/

www.tourism-carcassonne.co.uk/