Museu da Orangerie em Paris

  • O Museu da Orangerie

    O Museu da Orangerie

    © OTCP/David Lefranc

  • O Museu da Orangerie

    O Museu da Orangerie

    © OTCP/Marc Bertrand

  • Les Nymphéas de Monet

    Les Nymphéas de Monet

    © OTCP/Marc Bertrand

  • O Museu da Orangerie

    O Museu da Orangerie

    © OTCP/Marc Bertrand

Museu da Orangerie em Paris Terrasse de l'Orangerie Paris fr

No coração do Jardim das Tuileries, o Museu da Orangerie recebe o nome graças ao antigo jardim construído em 1852.

O que inicialmente abrigava as laranjeiras do Jardin des Tuileries, mais tarde, passou a abrigar o Nympheas de Monet e a coleção Walter-Guillaume, a cada ano atraindo cerca de 900.000 visitantes.

De estufa a Museu

Com uma arquitetura clássica, o museu mostra sóbrio e prático (renovado nos anos 60 e, mais tarde, em 2006). Uma grande caixa de pedra, o sul - lado do Sena - é de vidro.

Depois de ser uma estufa, foram atribuídas várias funções: depósito de material, alojamento para os soldados, exposições de cães, eventos desportivos... Até que foi adquirido pela administração de Belas Artes em 1921. Seu objetivo: transformá-lo em anexo do Museu do Luxemburgo, como era no tempo de Jeu de Paume. Sem contar com a intervenção de Georges Clemenceau, em busca de um lugar de exposição para o seu amigo, o pintor Claude Monet.

Em 1918, depois de guerrra, Monet pensou em oferecer ao estado francês o sua grande mural de Les Nympheas para este lugar que parecia um refúgio de paz e meditação para os parisienses. Assim, depois de numerosos estudos e negociações, o museu abre as suas portas ao público em 1927, poucos meses depois da morte de Monet.

Os Nymphéas de Monet e a coleção de Walter-Guillaume

Os Nympheas de Monet exibem nas longas paredes (2m de altura por 100 metros de largura) em duas grandes salas ovais, iluminadas por luz natural. Admiramos as paisagens pintadas por Monet em seu famoso jardim em Giverny, na Normandia. 

Visitar a Orangerie, também é admirar a bela coleção de Walter-Guillaume, contendo 140 obras de arte moderna.

Grandes artistas estão representados, como Renoir, Picasso, Gauguin, Modigliani, Cézanne e mesmo Rousseau e Soutine. 50 anos de criação artística, a partir do final do século XIX ao início do século XX.

Endereço

Museu da Orangerie
Jardin des Tuileries
75001 Paris

A ver

Calendário

Ponto de interesse