Rendez-vous em Metz

  • © Philippe Gisselbrecht

  • © Philippe Gisselbrecht

  • © Philippe Gisselbrecht

  • © Philippe Gisselbrecht

  • © Philippe Gisselbrecht

  • © Philippe Gisselbrecht

  • © Philippe Gisselbrecht

Physical DisabilityMental DisabilityHearing ImpairmentVisual Impairment
Rendez-vous em Metz 2 place d'armes 57000 Metz fr

Metz Cidade luz, cidade patrimônio, cidade jardim

Metz, para quem passeia, é a promessa de caminhos diferentes no coração da cidade tais como ao longo das muralhas. A cidade possui muitas riquezas: uma das mais altas catedrais do mundo gótico, um patrimônio que une história e arte contemporâneo (Centro Pompidou-Metz aberto desdemaio de 2010)… Acrescente a isso a convivência, e você tem um cenário de charme.

Viver a Arte e a Arte de Viver em Metz.

O que é imperdível em Metz

Patrimônio arquitetural

  • A catedral Saint-Étienne: construída de 1220 a 1522, é o fruto da reunião de duas igrejas. Com sua abóbada de uma altura de 42 metros, é o um dos maiores edifícios góticos da Europa. Seus 6.500 m2 de vitrais realizados dos séculosXIII ao XX por Hermann de Munster, Thiébault de Lixheim, Valentin Bousch, Jacques Villon ou ainda Marc Chagall lhe deram o apelido de « lanterna do Senhor ».
  • O museu de la Cour d’Or: Seu nome vem do palácio dos reis da Austrásia que antigamente existia em Metz. O acervo arqueológico galo-romanoé um dos mais importantes da França: termas antigas conservadas no estado original, coluna de Merten, altar de Mithra… um labirinto de salas e de passagens levamdo sótão de Chèvremont (século XV) aos tetos do Voué (século XIII) ou ao balaústre de Saint-Pierre-aux-Nonnains, conhecidocomo sendo um dos mais belos conjuntos de escultura merovíngiada Europa (século VII).
  • O Centro Pompidou-Metz: concebido pelos arquitetos Shigeru Ban e Jean de Gastines, e Philip Gumuchdjian Architects para a concepção do projeto vencedor do concurso, ele oferece espaços de exposição cobertos por um audacioso telhado evocando um chapéu chinês. O pináculo de uma altura de 77 metros remete ao ano 1977, data de abertura do Centro Pompidou em Paris. O Centro Pompidou-Metz, ao longo de suas exposições, apresenta diversos aspectos da arte moderna e contemporânea.
  • A Porta des Allemands e as muralhas: verdadeiro pequeno casteloem redução que passa por cima daSeilleé um dos monumentos principais dos vestígios das muralhas medievais. Elas formavam um recinto de 7 km com 18 portas e 38 torres
  • O Arsenal: renovado por Ricardo Bofill, eleabriga uma das mais belas salas de concerto da Europa, com uma acústica excepcional e uma decoração suntuosa de marchetaria de faia e de sicômoro.Ele abriga notadamente a Orquestra Nacional de Lorena e apresenta exposições prestigiosas.
  • O Bairro Imperial:construído a partir de 1902, o Bairro Imperial é um notável conjunto do urbanismo germânico do início do século XX. Em torno da imponente estação de trem, peça central deste bairro, que surpreende peloseu tamanho (300 metros de extensão) e seu estilo neo-românico, é apresentada uma verdadeira enciclopédia dos estilos históricos ou novos: a Loja dosCorreios, a praça Mondon, as luxuosas casas da avenida Foch reinterpretama arte românica, gótica, do Renascimento ou barroca, e ficam ao ladodas audácias da Arte Déco ou do Jugendstil. O patrimônio arquitetural excepcional datando deste período em Metz é objeto de umacandidatura aoPatrimônio Mundial da UNESCO.
  • As praças: no coração de Metz as praçasrenovadas tais como a praça de Chambre (chamadade “a praça gastronômica de Metz”), a praça d’Armes (século XVIII), a praça medievalSaint-Louis, e a praça de la République oferecem espaço e convivência. Elas abrigam ao longo do ano todo muitas manifestações que as transformam em locais de vida e de encontros.

Tendências Jardins

  • 36 km de passeios nas margens da Moselle e da Seille… e 5campos de golfe em um raio de 25 km. Metz, com seus 40m² de espaços verdes por habitante, é orgulhosa de seus jardins. A marina, em pleno coração da cidade, içaa Bandeira Azul desde 2007. Ao lado da lagoa, é ponto de partida de muitos passeios, muito apreciadopeloshabitantes de Metz e pelos turistas.
  • Metz Grande Prêmio Nacional Luz das Artes de Rua: ao cair da noite, sob asluzesde mais de 13.000 projetores, Metz se transforma em diva de luz.  A Catedral se torna a «Lanterna do Senhor», O Templo novo surge das ondasno meio de caisresplandecentes; a cidademedieval, as praçasedificadas em pedra de ourode Jaumont e o Bairro Imperial maravilham pelo brilho de sua beleza.

Viagens turísticas e gastronômicas: sabores que haviam de serem inventados

Mesmo Mirabela permanecendo como emblema gastronômico imperdível da região lorena, outras especialidades locais merecem ser citadas e sobretudo degustadas. Eis alguns exemplos cuja simples evocação abre um apetite digno daquele de Gargântua:

  • Inscritos na tradição lorena, descubra o aguardente de mirabela e os vinhos da Moselle AOC;
  • Os patês lorenos contêm um recheio a base de porco marinado em um envelope de massa folheada crocanteao possível;
  • Criada no século XVI, a quiche lorenatemuma reputação mundial;
  • O Paris-Metz:um pequeno bolo com cores acídulas composto de macarons recheados com umamusselina Arlequim decoradacomframboesas;
  • Do lado doce, tortas de frutas, bolos caseiros, claras em neve e especialidades a base de mirabelaagradarão todos os gastrônomos.
  • Sem esquecer evidentementeos frios (fumado loreno, etc.).

A serem testadosnos parceiros das « Mesas de Rabelais », assinatura gastronômica da Arte de Viver em Metz. Restauradores, profissionais da alimentação e produtores eméritos, todosadoram compartilhar com vocês o seus conhecimentos.

Os compromissosemMetz: Agenda

  • Arte Metz:feira de Arte contemporânea da grande Região
  • Verão do livro: festival de literatura
  • A Arte nos Jardins (julho-setembro):a arte contemporâneoentra nos jardins de Metz durante o período estival
  • Metz em festa:programa de festividadesgratuitas, concertos, espetáculos, apresentações durante o período estival
  • Metz Praia: uma verdadeirapraia de areia finaé preparada na lagoa para celebrar o verão
  • Festas da Mirabela:essas festividades ocorrem habitualmente depois do 15de agosto e são constituídasdefestividades de ruas, concertos, bailes, feira da mirabela, feira do artesão, espetáculo pirotécnico, parada, e eleição da Miss Mirabela
  • Noite Branca (final de setembro –início de outubro): grande festa cultural em tornoda criação contemporânea, verdadeiro caleidoscópio artístico
  • Santo Nicolau e Feira de Natal (período do Avento)

Visitar a cidade com Metz Passeport

  • o Metz Passeport - City Pass Metz compreende:1 entrada para o Museu da Cour d'Or, 1 entrada para o Centro Pompidou-Metz, 1 visita áudio guiada de Metz, às quais são acrescentadas ofertas de reduções ou de prestações comerciais adicionais (restauração, degustações, lazeres/distração).
  • o Metz Passeport- City Pass criança propõe valorizar a oferta para a família, brindes (lápis de cor, jogo de pista, cartões postais), descontosnas prestações shopping, lazer/distração, gastronomia específicas.Para todas as crianças de 6 a 12 anos.

A venda no Departamento de Turismo de Metz, em certos locais de moradia voluntários e no Centro Pompidou-Metz (Metz Passeport-City Pass adulto).

Para chegar emMetz

  • De trem:Estação ferroviária de Metz: a 82 min. de Paris (TGV);Estação ferroviária Lorraine TGV - Louvigny.
  • Deavião:Aeroporto: Metz-Nancy-Lorraine (18 km de Metz) - Aeroporto de Luxemburgo (60 km de Metz).
  • Pela estrada:Autoestradas: A4, A31 (330 km de Paris).
  • Por vias navegáveis: Ligações fluviais Canal do l’Est, Canal da Marne ao Reno, Moselle-Meuse

Contato

Office de Tourisme de Metz
2, place d’Armes
BP 80367
57007 Metz Cedex 1
Tel.: +33 (0)3 87 55 53 76 - Fax + 33 (0)3 87 36 59 43

Mais informações

Related videos

 
 

Sponsored videos